banquete

Páginas: 7 (1610 palavras) Publicado: 12 de novembro de 2014
Universidade Federal do Maranhão
Curso de Odontologia





Fichamento da obra
“O Banquete”
João Paulo Rodrigues Coutinho Braga de Oliveira











São Luís
2014





Introdução
A história se dá pela narração de Apolorodo, que descreve ao seu amigo o convite que Sócrates fez a Aristodemo, para que o mesmo lhe acompanhe até um “banquete” na casa de Agaton. Comomostra a seguinte passagem:

‘’...Faz dias, caro Apolodoro, que te procuro com a intenção de saber de ti quais foram os discursos que sobre o amor pronuciaram Sócrates, Alcibíades e e outros , naquela reunião de Agáton.’’(Platão,p.95,1999)

Análise dos discursos
O Banquete tem lugar certo e público identificável: ocorreu na casa de Agatón, discípulo de Sócrates. Nesse local discursaram sobre oamor e sobre a amizade (philia), esses dois, além de Fedro, Pausânias, Erixímaco (o médico) e Aristófanes (o poeta).

É sugerido por Erixímaco que, como maneira de controlar a bebedeira, se iniciasse o simpósio com o Amor como temática, pedindo que cada um dos convidados exponha o que sabe sobre Eros. Esse participante ainda cita Fedro, que condena o ofício dos poetas por esquecer o deus emquestão. Ao findar da proclamação dos discursos, Sócrates é o último a falar.

‘Não é um fato revoltante, caro Erixímaco, que em honra a vários deuses sejam compostos hinos e entoados cantos, e que nenhum dos poetas haja feito um poema em louvor de Eros- de Eros, deus esplêndido e mestre ilustre?’... A minha proposta, portanto, é a seguinte: que cada um de nós, reclinados ao redor da mesa, a começarpela direita, pronuncie um discurso em louvor de Eros. (Platão, p.102, 1999)

O primeiro dos participantes a elaborar seu discurso acerca do Amor é Fedro. Ele
inicia sua fala afirmando que o Amor era um grande deus admirado pelos homens e
pelos deuses. A sua retórica, por sua vez, diz que o Amor é o mais antigo e honroso entre os deuses, tendo em vista que “genitores do Amor não os há”.Portanto, de acordo com Fedro, sendo o mais antigo, o Amor é a causa dos maiores bens.

‘’Assim, pois, todos estão de acordo a considerar a Eros como um dos mais velhos deuses. E, sendo o mais velho, é além disso a causa dos maiores bens que recebamos;’’ (Platão, p.103, 1999)

O próximo a discursar sobre Eros é Pausânias. Sua idéia principal de sua oratória é
a de que não existe só um amor, masdois.

Poder-se-ia duvidar de que existam duas deusas? Há uma Afrodite a mais velha, que não tem mãe e é filha de Urano- e a ela damos o nome de Urânia; e há outra, a mais moça, que é filha de Zeus e Dione – e a ela chamamos Pandemiana, a Popular. E a estas duas deve paralelamente corresponder um Eros vulgar, e outro celeste, que ambas servem. (Platão, p.107, 1999)

Pausânias classifica osdois tipos de Amor existentes, pois são gerados pelas duas deusas: a Afrodite Urânia e a Afrodite Pandemiana, a Popular.

O Eros da Afrodite Pandemiana é o amor banal, destinado a qualquer pessoa, incluindo as mulheres.

A Afrodite popular faz jus a seu nome;é verdadeiramente vulgar e se realiza como que por acaso;e é o amor com que os homens inferiores amam.estes,com efeito,amam antes de tudo asmulheres e também os mancebos. (Platão, p.108, 1999)


O Eros da Afrodite Urânia, que existe apenas entre os homens, prende-se à inteligência e não ao corpo, ao contrário do primeiro.

O outro Eros é o da Afrodite celeste:não participa do feminino, mas unicamente do masculino,e por isso é o amor dos mancebos.É o amor da deusa mais velha, e por isso não se excede na concupiscência,e é poressa razão que os adeptos deste Eros preferem o sexo masculino e nele amam o que é por natureza é mais forte, mais inteligente. (Platão, p.108, 1999)

Pode-se interpretar nessa passagem o Eros Celeste como sendo a apropriação do corpo do outro como obtenção do prazer sexual, onde apesar das relações pederastas envolverem um certo tipo de sensualidade por parte dos envolvidos, o que realmente...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • O Banquete
  • Banquete
  • O Banquete
  • O Banquete
  • o banquete
  • O banquete
  • Banquetes
  • Banquete

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!