Automaçao

Páginas: 12 (2757 palavras) Publicado: 5 de junho de 2011
| |
| |
|Detalhamento de CLP |Os projetos utilizando CLP, possuem uma aplicação tão grande nos dias atuais, que este capítulo está dedicado ao estudo dos detalhes dos projetos com este tipo de equipamento.

DOCUMENTOS DE PROJETOS COM CLP

Em termos de documentação, os projetos baseados em CLP em geral, possuem particularidades como por exemplo, a necessidade de um desenho denominado Arquitetura ou Configuração doSistema e um documento do tipo Lista de entradas e saídas.

O desenho “Configuração do Sistema” tem como função mostrar uma visão geral dos principais componentes da estrutura de hardware do sistema de controle. Normalmente mostra as estações de monitoração/operação de uma sala de controle, os CLP´s ou rack´s de cartões em salas ou gabinetes apropriados para sua instalação, mostrando detalhestais como: tipo dos cartões do CLP, tipo e conexões das redes de comunicação, módulos de E/S remoto do CLP.

A Lista de Entradas e Saídas do CLP tem como função tabelar todas entradas e saídas, para que o projetista possa dimensionar exatamente a quantidade de cartões/módulos necessários para tal configuração, além de auxiliar a manutenção no futuro após a entrega da instalação. Os campos aserem preenchidos em uma Lista de Entradas e Saídas não são padronizados ficando a critérios do projetista defini-los, porém normalmente encontra-se nas Listas os seguintes campos: Identificação (Tag), Serviço ou Aplicação da E/S, Tipo (Digital ou Analógica), etc.

Os desenhos à seguir mostram exemplos destes dois documentos, sendo que a Arquitetura/Configuração do Sistema de uma aplicação daCoqueria da COSIPA e o modêlo para Lista de Entrada e Saída foi fornecido pela JAKKO POIRY DO BRASIL.

[pic]
[pic]

ESPECIFICAÇÃO E LIGAÇÃO DE CLP´S

Para entendermos como especificar um CLP e detalhar a ligação de entradas e saídas de CLP´s, analisaremos inicialmente as características de uma determinada família de CLP’s, o SLC/500 da ALLEN-BRADLEY que é um equipamento de médio porteconcebida em torno de duas opções de hardware: uma denominada estrutura fixa e outra de estrutura modular. A estrutura fixa apresenta a fonte de alimentação, entradas/saídas e o controlador em uma mesma unidade. A estrutura fixa também possui um chassi de expansão de 2 ranhuras (slots) para o aumento da expansibilidade e o controlador de estrutura modular, proporciona flexibilidade adicionalna configuração do sistema, mais poder de processamento e capacidade de E/S.

CONTROLADOR SLC/500 ESTRUTURA FIXA

Este tipo, oferece uma variedade de opções com até 104 pontos de E/S pré definidos. Estes pontos seriam divididos em até 40 pontos fixos do CLP e mais até 64 pontos adicionais, usando expansão de até 2 ranhuras (slots).

A tabela à seguir, mostra as especificações gerais doSLC500 de estrutura fixa.

|Descrição |Especificação |
|Memória de programação |1K de instruções |
|Tempo de Varredura típico |8ms/K|
|Programação |Software Advanced Programing Software APS; RSLOGIX 500 |
|Comunicação |Recepção DH485 |
|Opções de Back-up de memória |EEPROM ou UVPROM |
|RAM padrão...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Automaçao
  • Automacao
  • Automação
  • automaçao
  • automação
  • Automação
  • automação
  • Automação

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!