auto estima e violência

Páginas: 20 (4975 palavras) Publicado: 8 de abril de 2014
Rev Latino-am Enfermagem 2006 setembro-outubro; 14(5)
www.eerp.usp.br/rlae

Artigo Original

Online

AUTO-ESTIMA DE MULHERES QUE SOFRERAM VIOLÊNCIA
Lucila Amaral Carneiro Vianna1
Graziela Fernanda Teodoro Bomfim2
Gisele Chicone

3

Estudo qualitativo mostrando resultados de oficinas de auto-estima realizadas com usuárias (mulheres
que foram violentadas sexualmente) e profissionaisda área da saúde, com o objetivo de elevar a auto-estima
dessas mulheres e sensibilizar os profissionais que as atendem. Foram utilizadas técnicas da Programação
Neurolingüística (PNL), que possibilitaram trazer à tona experiências vividas, contribuindo para uma releitura
e minimização dos fatores causais da baixa auto-estima. Nas oficinas foram abordados temas como: o nojo,
medo e fruto doestupro; imagem e local; morte; vingança; apoio e solidariedade; violência doméstica e o
mau atendimento às vítimas. As histórias foram transcritas e analisadas, mantendo a fidelidade dos conteúdos.
Responderam pela baixa auto-estima experiências vivenciadas no lar e junto a pessoas pelas quais se nutria
afeição e admiração, e aquelas advindas principalmente da violência sofrida. As avaliaçõesapontaram as
oficinas como oportunidade de reflexão, retomada da vida normal e reconstrução da auto-estima, tanto para
as vítimas da violência como para os profissionais da saúde que as atendem.
DESCRITORES: auto imagem; mulheres; violência; estupro

SELF-ESTEEM OF RAPED WOMEN
This qualitative study shows the results of workshops held with health workers and public health users
(raped women),aimed at raising these women’s self-esteem and creating awareness among health workers
who attend them. Neuro-Linguistic Programming techniques were used to bring back life experiences, which
contributed to a re-reading and to minimize causal factors of low self-esteem. Themes like repugnance, fear
and the fruit of rape; image and place; death; revenge; support and solidarity; domesticviolence and bad care
delivery to victims were addressed during the meetings. The stories were transcribed and analyzed, preserving
content fidelity. Experiences lived at home and with loved and admired people, and mainly experiences resulting
from the rape were responsible for the low self-esteem. The evaluations indicated the workshops as an opportunity
to reflect, to return to normal life and toreconstruct self-esteem, for the raped women as well for the health
workers who deliver care to them.
DESCRIPTORS: self concept; women; violence; rape

AUTOESTIMA DE LAS MUJERES QUE SUFRIERON VIOLENCIAS
Este estudio cualitativo muestra resultados de oficinas de autoestima realizadas con usuarias (mujeres
que sufrieron violencia sexual) y profesionales de instituciones de salud, con objeto deelevar la autoestima de
esas mujeres y sensibilizar los profesionales que las asisten. Con las técnicas de la Programación Neurolinguística,
surgieron experiencias vividas, favoreciendo nueva lectura y minimización de los factores causales de la baja
autoestima. En los encuentros, fueron tratados temas como: asco, miedo y el fruto de la violación; imagen y
local; muerte; venganza; apoyo ysolidariedad; violación domestica y la mala atención a las victimas. Las
historias fueron copiadas y analizadas, manteniendo la fidelidad del contenido. La responsabilidad por este
problema de baja autoestima vino de experiencias negativas vividas en el hogar y con personas de nuestro
circulo de afecto e admiración, principalmente las que surgieron con la violación. Las evaluaciones mostraron
quelas oficinas constituyen un medio de reflexión, retorno de la vida normal y reconstrucción de la autoestima,
tanto para las victimas de violencia sexual como para los profesionales que las asisten.
DESCRIPTORES: autoimagen; mujeres; violencia; violación
1

Professor Titular da Escola Paulista de Medicina, e-mail: lvianna@reitoria.epm.br; 2Enfermeira do Hospital São Paulo. Universidade...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • O enfrentamento da violência contra a mulher: um resgate da auto-estima
  • Auto estima
  • Auto estima
  • Auto estima
  • Auto estima
  • Auto-estima
  • Auto-estima
  • Auto estima

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!