Autismo

Páginas: 6 (1422 palavras) Publicado: 1 de maio de 2013
Nome: Roseli Barbosa Quirino Teixeira RA: 5747924 Nº: 66
Turma: 2º semestre noturno

1.14 Autismo

Autismo é uma síndrome presente desde o nascimento e se manifesta invariavelmente antes dos 30 meses de idade. Caracteriza-se por respostas anormais a estímulos auditivos ou visuais, e por problemas graves quanto à compreensão da linguagem falada. A fala custa aaparecer, e quando isto acontece, notam-se ecolalia (uso inadequado dos pronomes, estrutura gramatical imatura, imobilidade de usar termos abstratos). Há também, em geral, uma incapacidade na utilização social, tanto da linguagem verbal como da corpórea. Ocorrem problemas muito graves de relacionamento social antes de cinco anos de idade, como incapacidade de desenvolver contato olho a olho, ligaçãosocial e jogos em grupos. O comportamento é usualmente ritualístico e pode incluir rotinas anormais, resistências a mudanças, ligação a objetos estranhos e um padrão de brincar estereotipado. A capacidade para pensamento abstrato-simbólico ou para jogos imaginativos fica diminuída. A performance é com freqüência melhor em tarefas que requerem memória simples ou habilidade viso-espacialcomparando-se com aquelas que requerem capacidade simbólica ou lingüística.
Deficiências primárias e secundárias estão presentes na Síndrome de Autismo Infantil. São consideradas deficiências primárias as provavelmente relacionadas com os problemas subjacentes de compreensão e motricidade:
* alterações neurológicas;
* quociente de inteligência;
* respostas anormais a sons;
* deficiênciaou ausência de compreensão da linguagem verbal;
* dificuldade em imitar movimentos finos e complicados;
* compreensão deficiente da informação visual;
* uso dos sentidos proximais;
* dificuldade na compreensão e uso dos gestos.

São consideradas deficiências secundárias as relacionadas com os distúrbios de comportamento consequentes aos itens anteriormente citados:
*dificuldade nas relações pessoais;
* resistência a mudança no meio ambiente ou na rotina;
* resposta anormal a situações cotidianas;
* comportamento social inadequado;
* autoagressão;
* movimentos anormais;
* ausência de brincadeira imaginativa.

Erroneamente considerados não testáveis ou de difícil diagnóstico, as crianças autistas, durante muitos anos, estiveram a mercê decondutas pouco claras de avaliação.
Na realidade, os problemas encontrados na definição de autismo refletiram-se também na dificuldade para a construção de instrumentos precisos e adequados que pudessem ser utilizados na avaliação e diagnóstico desses casos.
Devem-se considerar as severas deficiências de interação, comunicação e linguagem e as importantes alterações das atenções e docomportamento que podem apresentar estas crianças. É básico que a programação psicopedagógica a ser traçada para esta criança esteja centrada em suas necessidades. Antes de se elaborar a programação propriamente dita, deve-se observar esse aluno para, se possível, conhecer quais canais de comunicação se apresentam mais receptivos a uma estimulação. Uma criança pode responder mais estímulos visuais do queauditivos, ou ser mais sensível a estímulos tátil do que a verbal. Outra já pode responder de maneira inversa. Portanto, uma avaliação cuidadosamente possibilitará uma planificação pedagógica individualizada mais adequada.
Deve-se também considerar o nível de desenvolvimento da criança ou do jovem autista, ao selecionar os objetivos a serem trabalhados numa programação psicopedagógica. Éfundamental observar que tal programação não esteja acima de suas condições cognitivas.
Para compreender e educar as pessoas que apresentam um transtorno profundo de desenvolvimento , é necessário ter presente um marco de referências de evolução normal e das funções que se encontram perturbadas nesses casos.

BIBLIOGRAFIA

BEREOHFF, Ana Maria P. Autismo, uma visão multidisciplinar. São Paulo:...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Autismo
  • Autismo
  • Autismo
  • Autismo
  • autismo
  • AUTISMO
  • Autismo
  • autismo

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!