Autismo

Páginas: 42 (10276 palavras) Publicado: 23 de novembro de 2014
Introdução

O termo autismo vem do grego “autós” que significa “de si mesmo”. O descobridor do Autismo é Leo Kanner, renomado pesquisador e autor, o qual desenvolveu extensa literatura sobre o assunto.

Leo Kanner, em 1943, acompanhou onze crianças que apresentavam características em comum, sendo então que denominou esse conjunto de características como autismo infantil precoce. O autismoé um transtorno invasivo do desenvolvimento, com atividades restritas, repetitivas e estereotipadas. Estas estereotipias podem ser movimentos repetitivos com as mãos ou com o corpo, hábitos como o de morder-se e puxar os cabelos. Além de se tornarem hiperativos, perigosos, agressivos, ter déficit em atenção, apresentarem comportamentos obsessivos compulsivos, depressão e muitas vezes mantêmconsigo objetos inseparáveis.

O Autismo é bem complexo, pois ainda não se tem ao certo sua verdadeira origem. Até o momento existem somente hipóteses.

Estima-se que o número de autistas no País possa chegar a dois milhões, segundo o psiquiatra Marcos Tomanik Mercadante, o qual mencionou a informação em audiência pública realizada no Senado Federal no fim de 2010. Discute-se uma leiexclusiva para o autismo, liderada pelo senador Paulo Paim (PT-RS). Mercadante é um dos autores da primeira (e por enquanto única) estatística brasileira, em um programa piloto por amostragem realizado na cidade de Atibaia (SP), o qual registrou na amostragem incidência de uma para cada 333 crianças, conforme publicado em fevereiro de 2010. No mundo, segundo a ONU, acredita-se haver mais de 70 milhões depessoas com autismo, afetando a maneira como esses indivíduos se comunicam e interagem, refletindo em significativo impacto social, dentro das famílias e para as autoridades públicas, as quais precisam estabelecer políticas para acolhimento de tais pessoas.

A incidência em meninos é maior, tendo uma relação de quatro meninos para uma menina com autismo. Somente era detectado após os dois anosde idade, antes desta faixa etária não havia como se afirmar que a criança era portadora. Atualmente existe um estudo onde o objetivo é detectar em crianças com seis meses, através de exames de sangue, exame celular, exame do dente de leite, mas ainda é um estudo.

Dentro do próprio Autismo há uma ramificação contraditória, a Síndrome Asperge, ou Síndrome Rett, situação em que a criançaconsegue ter um pouco de interação, ao contrário da característica mais comum, existe uma assimilação de informações que são passadas a elas e que acabam por desenvolver um profundo conhecimento sobre determinados assuntos.

Dentre os modelos educacionais para o autista, o mais importante, é o método TEACCH, desenvolvido pela Universidade da Carolina do Norte. O papel do professor é fundamentalpara esta tarefa.

Temple Grandim, uma grande amante dos animais, professora graduada na Universidade do Colorado em ciências animais é uma autista de 63 anos, a qual criou a “máquina do abraço”, equipamento através do o autista pode sentir-se melhor. Tal invenção representa importante contribuição para melhoria do bem-estar do autista, pois um dos traços característicos do autista é suaaversão ao toque, ao abraço.

No Brasil existem Leis que abrangem e defendem a inclusão de pessoas portadoras de necessidades especiais (LDB, ECA, Constituição Federal de 1988), cujas nuances contemplaremos com maior amplitude ao longo da presente pesquisa.

O sistema SON_RISE nos fala sobre uma possível reversão do autismo. O sistema surgiu de um estudo realizado nos EUA, o qual tem produzidograndes resultados efetivos. Son-Rise é um programa para o tratamento de crianças com autismo ou outras dificuldades de desenvolvimento similares, com uma abordagem relacional, onde a relação interpessoal é valorizada. O programa não é um conjunto de técnicas e estratégias a serem utilizadas com uma criança, mas um estilo de se interagir, uma maneira de se relacionar que inspira a participação...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Autismo
  • Autismo
  • Autismo
  • autismo
  • AUTISMO
  • Autismo
  • autismo
  • Autismo

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!