Atps direito constitucional ii

1156 palavras 5 páginas
Direito Constitucional II

1. É importante saber que as primeiras linhas teóricas a respeito da tripartição dos poderes foram formuladas por Aristóteles. Tempos depois tal teoria foi aprimorada por Montesquieu. Fale a respeito, no máximo, em 30 (trinta) linhas.

A Teoria da Separação dos Poderes ou da Tripartição dos Poderes do Estado é uma teoria de ciência política desenvolvida pelos filósofos gregos Aristóteles e Platão. Ela foi exposta de forma coerente e sistematizada pela primeira vez pelo filósofo iluminista Montesquieu, no seu livro “O Espírito das Leis” (1748), que visou moderar o Poder do Estado dividindo-o em funções e dando competência a seus diferentes órgãos. As ideias de Montesquieu foram influenciadas principalmente pelas teses de John Locke, lançadas cerca de cem anos antes. No livro “Espíritos das Leis”, Montesquieu analisa as relações que as leis têm com a natureza e os princípios de cada governo, desenvolvendo a teoria de governo que alimenta as ideias do constitucionalismo. Neste, busca-se distribuir a autoridade, de modo a evitar o arbítrio e a violência. Tais ideias se encaminham para a melhor definição da separação dos poderes, ainda hoje um dos pilares do exercício do poder democrático. Ele descreveu cuidadosamente a separação dos poderes em Executivo, Judiciário e Legislativo, trabalho que influenciou os elaboradores da Constituição dos Estados Unidos. O Poder Executivo seria exercido por um rei, com direito de veto sobre as decisões do parlamento. O Poder Legislativo, convocado pelo executivo, deveria ser separado em duas casas: o Corpo dos Comuns, composto pelos representantes do povo, e o Corpo dos Nobres, formado por nobres, hereditário e com a faculdade de impedir (vetar) as disposições do Corpo dos Comuns. Essas duas casas teriam assembleias e decisões separadas, assim como interesses e opiniões independentes. Refletindo sobre o abuso do poder real, Montesquieu conclui que “só o poder freia o poder”, no chamado “Sistema de

Relacionados

  • atps direito constitucional II
    2386 palavras | 10 páginas
  • ATPS direito constitucional II
    4632 palavras | 19 páginas
  • Atps direito constitucional ii
    14465 palavras | 58 páginas
  • Atps - direito constitucional ii
    2096 palavras | 9 páginas
  • Atps 2012-1 direito constitucional ii
    6645 palavras | 27 páginas
  • Atps direito constitucional ii passo3 etapa1
    378 palavras | 2 páginas
  • ATPS - Direito Constitucional II - Etapa 1
    484 palavras | 2 páginas
  • Atps 4 serie direito constitucional II Etapa 4
    658 palavras | 3 páginas
  • ATPS 4º serie direito constitucional II Etapa 4
    550 palavras | 3 páginas
  • ATPS Direito Constitucional II - Etapas 3 e 4
    2032 palavras | 9 páginas

Outros Trabalhos Populares