Associativismo no varejo farmacêutico

Páginas: 9 (2226 palavras) Publicado: 26 de setembro de 2012
1- INTRODUÇÃO


O presente trabalho tem como tema principal o Associativismo no varejo farmacêutico,onde a pesquisa do tema abordado nos mostra que é fundamental para o mercado varejista farmacêutico repensar suas estratégias competitivas do passado e ter perspectiva para sobreviver em um mercado cada vez mais competitivo.
O conceito de associativismo está relacionado à adoção de métodos detrabalho que estimulem a confiança, a ajuda mútua, o fortalecimento do capital humano, entre outros fatores.
É um conceito que apresenta correlação à definição de capital humano, social e empresarial, onde esses fatores são fundamentais para a promoção do desenvolvimento territorial.
O associativismo, enquanto forma de organização social, caracteriza-se pelo seu carácter, normalmente, devoluntariado, por reunião de dois ou mais indivíduos usado como instrumento da satisfação das necessidades individuais humanas nas suas mais diversas manifestações ).

1.1 - mercado brasileiro

O Brasil é o 8º país no mercado de medicamentos, e 80% dos negócios no setor correspondem à venda de medicamentos. É, também, o país com maior número de farmácias em todo o mundo, e por conta disto há umaenorme competitividade no setor (BNDES, 2001). Este fato conduz as farmácias e drogarias a desenvolverem modelos de negócios que viabilizem sua atuação no setor. Identifica-se que uma das práticas comuns no setor é o associativismo que surge como alternativa para enfrentar a concorrência e como forma para garantir custos menores.


2 - O VAREJO FARMACÊUTICO


Levy e Weitz (2000) classificam asdrogarias como empresas pertencentes ao varejo da indústria farmacêutica, que se enquadram na classificação de lojas de produtos diferenciados.
Na visão destes autores, as drogarias são lojas que concentram produtos ligados à saúde e cuidados pessoais; e em função da concorrência, estes estabelecimentos estão fornecendo novos serviços, ampliando o mix de produtos como estratégia para a captaçãode novos clientes, aumento das vendas e, também, para enfrentar a concorrência.
Para exemplificar, vale a pena citar uma rede que pratica essa estratégia: a Droga 30 de Americana. Ela vende chinelos de dedo, pizzas, cervejas, desodorantes, entre outros produtos, e até mesmo medicamentos. Isto vem justificar a chegada ao Brasil de um novo segmento de mercado chamado “Drugstore”.
Quanto àsestruturas dos estabelecimentos que compõem o varejo farmacêutico, temos:
a) Redes de farmácias e drogarias;
b) Estabelecimentos independentes de pequeno porte;
c) Franquias;
d) Associativismo;





3- ANÁLISE DO VAREJO FARMACÊUTICO


Atualmente descreve-se o cenário competitivo em que as empresas atuam como instável e complexo em decorrência do avanço da globalização.Essa representação de ambiente “turbulento” (EISENHARDT, 1989) demanda das empresas constantes redefinições ou ajustes em suas estratégias para obter vantagem competitiva ou garantir sua sobrevivência.
Especificamente no Brasil as transformações econômicas ocorridas no início da década de 1990 exerceram forte influência sobre a estrutura do mercado varejista farmacêutico. Até meados de 1994, aelevada inflação brasileira permitia que as empresas repassassem para os consumidores suas ineficiências administrativas. No entanto, esse mecanismo hoje é comprometedor. A acirrada competição entre inúmeras empresas e o aumento do grau de exigência dos consumidores e, conseqüentemente, o estreitamento das margens de lucro, tendem a não permitir mais a continuação desse tipo de prática a longo prazo(MARQUI, GUIRRO e MERLO, 2004). Nesse contexto, observam-se alterações nesse mercado, culminando com a formação de grandes redes de farmácias que ameaçam aquelas que atuam ainda de forma independente (MOORI et al., 2005).
Em paralelo a essas mudanças no mercado varejista farmacêutico, observa-se a consolidação da tendência de formação de redes de farmácias. Espelhados nas iniciativas dos...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • VESTAO ESTRATÉGIA PARA O VAREJO FARMACEUTICO
  • Estágio atual da contabilidade gerencial nas redes de varejo do setor farmacêutico brasileiro
  • associativismo
  • Associativismo
  • Associativismo
  • associativismo
  • Associativismo
  • Associativismo

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!