ASMA E SIBILÂNICA

Páginas: 28 (6915 palavras) Publicado: 22 de novembro de 2013
Fatores genéticos, exposição ambiental, mecanismos imunológicos e o desenvolvimento da sibilância e da asma na infância
1.1 Sibilância na infância

A síndrome do lactente sibilante é definida pela presença de sibilância contínua por um mês ou três episódios de chiado num período de seis meses, em crianças menores de dois anos de idade (SOLE, 2008). A sibilância é um sinal clínico inespecíficoque traduz a passagem do fluxo turbulento de ar através de vias aéreas estreitas ou parcialmente obstruídas, desencadeando vibrações nas paredes brônquicas (MARTINEZ; HELMS, 1998).
Estudos epidemiológicos demonstram que pelo menos 20% das crianças menores que dois anos de idade apresentam sibilância transitória, podendo estar relacionada ao tamanho das vias aéreas, à predisposição genética, àsinfecções virais das vias aéreas superiores, e à exposição passiva ao tabagismo (MARTINEZ et al., 1995). Acredita-se que um terço dos que iniciaram a sibilância antes dos três anos de vida persistirão com os sintomas e, dentre estes, 60 % se manifestarão atópicos aos seis anos de idade (MARTINEZ et al., 1995). Estudo realizado em São Paulo, SP, Brasil, demonstrou que 52% de crianças com idade detrinta meses apresentaram episódios de sibilância (MALLOL et al., 2005).
Lactentes provenientes de famílias de baixo nível socioeconômico apresentam maior risco quanto à síndrome do lactente sibilante, devido à falta de saneamento e estrutura básica, ao grande número de pessoas na família e que dividem o mesmo leito, além de outras adversidades ambientais (MORGAN; MARTINEZ, 1992). Estudo comessas famílias demonstrou que 80% das crianças apresentaram episódios de sibilância no primeiro ano de vida e 43% apresentaram três ou mais crises (BACHARIER et al., 2007).
O estudo de pacientes com sibilância tem grande importância, pois a intensidade dos sintomas durante os dois primeiros anos é fortemente relacionada ao seu prognóstico (MARTINEZ, 2002b; ILLI et al., 2006). Assim, a identificaçãodos diferentes fenótipos de sibilância e sua expressão futura de asma, tem sido objeto de estudo por muitos grupos de pesquisa (KURUKULAARATCHY et al., 2003; MORGAN et al., 2005; DEVULAPALLI et al., 2008). Contudo, ainda não foram definidos marcadores ou fenótipos indicativos dos indivíduos sibilantes que desenvolverão asma (BACHARIER et al., 2008).
Segundo o consenso PRACTALL (PracticingAllergology or Pratical Allergy Resport), documento elaborado por especialistas das Academias Européia e Americana de Asma, Alergia e Imunologia (BACHARIER et al., 2008) a sibilância durante a infância foi classificada em quatro padrões distintos:
Sibilância transitória – grupo formado por crianças que apresentam episódios recorrentes de sibilos durante o primeiro ano de vida e mostram aparenteremissão, quando ingressam na idade escolar. Cerca de 60% dessas crianças param de sibilar aos três anos de idade. Estas crianças não apresentam maior incidência de histórico familiar de asma e nem histórico pessoal ou familiar de doenças alérgicas, como a dermatite atópica. Estudos epidemiológicos demonstram que tais crianças tendem a ter sintomas de sibilância quase que exclusivamente durante asinfecções virais (DUFF et al., 1993).
Sibilância não-atópica – grupo formado por 30 a 40% das crianças que sibilam durante os três primeiros anos de vida e que continuam a apresentar sibilos aos seis anos de idade. Apenas metade dessas crianças são sensibilizadas contra aeroalérgenos. Esta forma de sibilância é desencadeada principalmente por vírus, tendendo a desaparecer com o avanço da idade(BACHARIER et al., 2008)
Asma persistente - sibilância associada a manifestações clínicas de atopia, eczema, rinite, conjuntivite, alergia alimentar, sensibilização comprovada pela presença de IgE e pais asmáticos (RHODES et al., 2002; DE MARCO et al., 2004);
Sibilância intermitente grave - episódios pouco frequentes de sibilância aguda associados a poucos sintomas fora dos quadros agudos, e com a...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Asma
  • Asma.
  • Asma
  • ASMA
  • asma
  • ASMA
  • Asma
  • Asma

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!