AS TEORIAS DA EDUCAÇÃO E O PROBLEMA DA MARGINALIDADE DE DERMEVAL SAVIANE

Páginas: 7 (1679 palavras) Publicado: 4 de outubro de 2013
 Referências

SAVIANI, Dermeval. Escola e democracia. 35 ed. Revista-Campinas, São Paulo: Autores Associados, 2002. P.03-34

AS TEORIAS DA EDUCAÇÃO E O PROBLEMA DA MARGINALIDADE

“Grosso modo, podemos dizer que, no que diz respeito à questão da marginalidade, as teorias educacionais podem ser classificadas em dois grupos. No primeiro, temos aquelasteorias que entendem ser a educação um instrumento de equalização social, portanto, de superação da marginalidade. No segundo, estão as teorias que entendem ser a educação um instrumento de descriminação social, logo, um fator de marginalização” (p.01).
“[...] Assim para o primeiro grupo a sociedade é concebida como essencialmente harmoniosa, tendendo à integração de seus membros. A marginalidadeé, pois, um fenômeno acidental que afeta individualmente um número maior ou menor de seus membros, o que, no entanto, constitui um desvio, uma distorção que não só pode como deve ser corrigida” (p.04).
“[...] Sua função coincide, no limite, com a superação do fenômeno da marginalidade. Enquanto essa ainda existir, devem se intensificar os esforços educativos; quando for superada, cumpre manteros serviços educativos num nível pelo menos suficiente para impedir o reaparecimento do problema da marginalidade” (p.04).
“Já no segundo grupo de teorias [...]. Nesse quadro, a marginalidade é entendida como um fenômeno inerente à própria estrutura da sociedade. Isso porque o grupo ou classe que detém maior força se converte em dominante se apropriando dos resultados da produção social,tendendo, em conseqüência a relegar os demais à condição de marginalizados. Nesse contexto a educação é entendida como inteiramente dependente da estrutura social geradora da marginalidade, cumprindo aí a função de reforçar a dominação e legitimar a marginalização. Nesse sentido, a educação, longe de ser um instrumento de superação da marginalidade, converte-se num fator de marginalização já que suaforma específica de reproduzir a marginalidade social é a produção da marginalidade cultural e, especificamente, escolar” (p.04-05).
“Nesse quadro, a causa da marginalidade é identificada com a ignorância. É marginalizado da nova sociedade quem não é esclarecido. É marginalizado da nova sociedade quem não é esclarecido. A escola surge como um antídoto à ignorância, logo, um instrumento paraequacionar o problema da marginalidade. Seu papel é difundir a instrução, transmitir os conhecimentos acumulados pela humanidade e sistematizados logicamente” (p.06).
“[...] A pedagogia nova começa, pois, por efetuar a crítica da pedagogia tradicional, esboçando uma nova maneira de interpretar a educação e ensaiando implantá-la, primeiro, através de experiências restritas; depois, advogando suageneralização no âmbito dos sistemas escolares” (p.07).
“Segundo essa nova teoria, a marginalidade deixa de ser vista predominantemente sob o ângulo da ignorância, isto é, o não domínio de conhecimentos. O marginalizado já não é, propriamente, o ignorante, mas o rejeitado. Alguém está o integrado não quando é ilustrado, mas quando se sente aceito pelo grupo e, por meio dele, pela sociedade em seuconjunto” (p.07).
“[...] Forja-se, então, uma pedagogia que advoga um tratamento diferencial a partir da “descoberta” das diferenças individuais. Eis a “grande descoberta”: os homens são essencialmente diferentes; não repedem; cada indivíduo é único. Portanto, a marginalidade não pode ser explicada pelas diferenças entre os homens, quaisquer que elas sejam: não apenas diferenças de cor, de raça, decredo ou de classe, o que já era defendido pela pedagogia tradicional; mas também diferenças no domínio do conhecimento, na participação do saber, no desempenho cognitivo” (p.08).
“[...] A educação, como fator de equalização social, será um instrumento de correção da marginalidade na medida em que cumprir a função de ajustar, de adaptar os indivíduos à sociedade, incutindo neles o sentimento de...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • AS TEORIAS DA EDUCAÇÃO E O PROBLEMA DA MARGINALIDADE
  • Teorias da educação e o problema da marginalidade.
  • As teorias da educação e o problema da marginalidade na américa latina
  • Teorias da marginalidade por Dermeval Saviani
  • Resenha crítica sobre o capítulo 1 – as teorias da educação e o problema da marginalidade do livro escola e...
  • As Teorias Da Educa O E O Problema Da Marginalidade
  • Teorias da EDUCAÇÃO( antiautoritárias e da marginalidade)
  • Resumo de Escola e Democracia

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!