As possibilidades de intervenção do assistente social no atendimento a criança e o adolescente

Páginas: 8 (1783 palavras) Publicado: 25 de abril de 2013
Sistema de Ensino Presencial Conectado
SERVIÇO SOCIAL

Sistema de Ensino Presencial Conectado
SERVIÇO SOCIAL

GEIZA POTRATZ FOLADOR

GEIZA POTRATZ FOLADOR

AS POSSIBILIDADES DE INTERVENÇÃO DO ASSISTENTE SOCIAL NO ATENDIMENTO A CRIANÇA E O ADOLESCENTE
AS POSSIBILIDADES DE INTERVENÇÃO DO ASSISTENTE SOCIAL NO ATENDIMENTO A CRIANÇA E O ADOLESCENTE

Vitória
2012Vitória
2012




Geiza potratz folador

AS POSSIBILIDADES DE INTERVENÇÃO DO ASSISTENTE SOCIAL NO ATENDIMENTO A CRIANÇA E O ADOLESCENTE

Trabalho interdisciplinar individual apresentado ao Curso de Serviço Social, V semestre, da UNOPAR - Universidade Norte do Paraná, para as disciplinas de Direito e Legislação Social, TrabalhoProfissional I, Políticas Sociais II e Planejamento Social Profs. Edna Braun, Jossan Batistute ,Maria Lucimar, Rosane e Grasieli Aliano.

Trabalho interdisciplinar individual apresentado ao Curso de Serviço Social, V semestre, da UNOPAR - Universidade Norte do Paraná, para as disciplinas de Direito e Legislação Social, Trabalho Profissional I, Políticas Sociais II e Planejamento Social Profs. Edna Braun,Jossan Batistute ,Maria Lucimar, Rosane e Grasieli Aliano.





Vitória
2012
SUMÁRIO
1INTRODUÇÃO...........................................................................................................04
2 DESENVOLVIMENTO ..............................................................................................05
3 CONCLUSÃO ............................................................................................................14
4REFERENCIA.............................................................................................................15


INTRODUÇÃO

Estaremos relatando alguns dos marcos legais, históricos e conceituais que nortearam e norteiam tanto a construção da Politica Nacional de Assistência Social, quanto o Serviço de Proteção no Atendimento a Crianças e Adolescentes Vítimas de Violência , Abuso e Exploração Sexual .
Já há muitos anos a criança e o adolescente tem sido vítima dedesrespeito, porém com a criação da Constituição da República Federativa do Brasil de 1988 e o Estatuto da Criança e do Adolescente - ECA em 1990, elas ganharam leis que as reconhecem como cidadãos dignos de direitos. Porém, nossa realidade nos mostra que mesmo obtendo direitos, estes ainda sofrem muitas violações.
Com a desigualdade social, elas são as que mais sofrem. Famílias sem ummínimo de condições para sobreviver, levam crianças e adolescentes a deixarem as escolas para trabalhar ou viverem nas ruas, o que as colocam em situações de risco.
Mesmo em meio a todas essas dificuldades, esse público tem sido assistido e vem sendo mobilizadas ações para a garantia de seus direitos. Porém ainda há muito que fazer, principalmente no que diz respeito à prevenção dessas violações.DESENVOLVIMENTO

As Possibilidades de Intervenção do assistente Social no atendimento a Criança e o Adolescente.

Marco importante na luta e na conquista dos direitos humanos e das políticas públicas é a Constituição Federal (CF), aprovada em 1988, no final de uma década de intensas mobilizações pela (re) democratização da sociedade brasileira. Além de privilegiar a participação da sociedade,especialmente de seus segmentos mais organizados, a CF apontou nova concepção de assistência social, que incorpora a seguridade social, em conjunto com a previdência social e a saúde. Cinco anos após a promulgação da CF, a assistência social passou a ser regulamentada pela Lei Orgânica da Assistência Social (LOAS), Lei nº 8.742, de dezembro de 1993.
A assistência social passa, então, a ser...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!