AS IDEIAS CORRENTES SOBRE A NATUREZA DA ARTE OS TRÊS ESTADOS DE COMPREENSÃO DA ARTE SEGUNDO G.H.F.HEGEL/ MIYAMOTO MUSASHI

Páginas: 8 (1970 palavras) Publicado: 15 de maio de 2014





AS IDEIAS CORRENTES SOBRE A NATUREZA DA ARTE
OS TRÊS ESTADOS DE COMPREENSÃO DA ARTE SEGUNDO
G.H.F.HEGEL/ MIYAMOTO MUSASHI









DOCENTE: URBANO MESTRE SIDONCHA





INTRODUÇÃO
Este trabalho pretende relacionar as três fases da natureza arte, aos olhos de HEGEL e MIYAMOTO MUSASHI, um senhor filósofo de estética, outro filósofo e artista marcial. Ao longo destainteracção com estética, surgiram algumas questões: o que tem a estética em comum com ninjutsu? Como posso aplicar estética à arte marcial? Ou vice-versa? Como pode ser possível uma estudar a morte e outra estudar arte e ainda terem algo em comum? São algumas das muitas questões que surgem ao longo da aprendizagem e, sobre isso, Hegel dividiu “as ideias correntes sobre a natureza da arte” em trêsfases: Imitação da Natureza, Despertar a Alma e A função moralizadora da Arte.
“Durante a formação em Budo Taijutsu, passará por muitas fases. Ao longo deste caminho, terá que superar muitos obstáculos que dificultam o seu progresso. Muitos alunos perguntam o que é certo ou errado. "O que é certo" é treinar kihon happo , e vários henka , se me perguntar A resposta é shu - ha - ri .”
Nas palavras deMiyamoto Musashi





















“SHU” “ IMITAÇÃO DA NATUREZA”
O que pretende o homem ao imitar a natureza?
Hegel diz que o que o homem pretende ao imitar a natureza é a experiência de si próprio, mostrar as suas habilidades e mostrar o fabrico de uma coisa com aparências naturais.
Nesta primeira e importante fase, a observação do estudo é fundamental, como exemplo:um jovem aprendiz de pintura tem como modelo um mestre pintor - ele irá trabalhar (imitar) todo o tipo de obras, estilos, técnicas, estudar as relações entre as cores, trabalhar os efeitos e os reflexos da luz e ainda a forma de transpor tudo isso para a tela, chegando até aos mais pequenos detalhes, aprendendo a reproduzir as formas e as figuras dos objectos, formando-se assim com esta sabedoriadisponível na natureza. A natureza, auto-regula-se: é um mecanismo orgânico que gire em torno das suas dificuldades, dado que ela segue sempre o caminho certo - um ponto que Charles Darwin descobre, com a sua teoria da evolução, formando-a também ao estudar a natureza.
Como posso explicar a importância da natureza na formação do homem? No outro lado da questão o shu (vê) significa que um budoka,obedecendo à sua natureza, deve perseguir o seu caminho. Isto refere-se a um processo que consiste a um único pensamento sobre a observação do kihom happo, técnicas base de budo, que é a atitude certa a tomar quando realmente se quer aprender budo e, por último, as regras do seu treino. Na arte marcial ninjutsu, uma das imitações são os animais – escolhem-se tês animais, estudam-nos, imitam-nos,assumem a forma deles. O problema não é a questão, mas sim a resposta, o ser humano está tão habituado ao seu ser, à sua forma, à sua evolução, que tem dificuldade em conseguir assumir outra forma da natureza.
No japão feudal, muito diferente das conquistas e batalhas do território europeu, as pequenas crianças aprendiam formas e brincadeiras de sobrevivência e essas não eram mais de assumirformas naturais da paisagem. A rocha, em que a criança se punha de joelhos com a cabeça entre os braços e se colava ao chão, distorcendo a forma, a estética do seu pequeno corpo, dando assim a possibilidade de os atacantes samurais não se aperceberem que está ali um ser humano, neste caso o inimigo, sobrevivendo assim à batalha. Como a rocha também imitava arbustos, sombras ou padrões visuaisformando algo abstracto que não interessava para a altura do fervilhar da guerra.
Segundo Hegel: “ Considerando a imitação como finalidade da arte, o belo objectivo desaparece. Porque se não tratará então de saber o como é que aquilo que vai ser imitado, mas sim o que será preciso fazer, como se procederá, para obter uma imitação tão perfeita quanto possível. O objecto e o conteúdo do belo tornam se...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Pesquisar o conceito de estética e de arte segundo a compreensão filosófica.
  • a arte pela ideia
  • A arte da natureza
  • Artes da natureza
  • SOBRE CAVERNAS, CORRENTES E ASAS: TECNOLOGIAS, ARTE E AUTOCONHECIMENTO
  • ARTE CONTEMPORÂNEA: A COMPREENSÃO DE UMA ARTE SEM ARESTAS
  • Estado da Arte
  • Estado da Arte

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!