As Bruxas De Salem IPhone 1

Páginas: 89 (22170 palavras) Publicado: 17 de julho de 2015
AS BRUXAS DE SALÉM
Arthur Miller


2011

Ficha Técnica
Reverendo Parris – Luiz Fernando Colombelli Albuquerque
Betty – Helena Vasconcellos
Tituba – Thais Helena Iervolino Friedmann
Abigail Williams – Soreh Meyer
Ann Putnam – Fatima
Thomas Putman – Siva Nunes
Mary Warren – Ligia Fogaça
John Proctor – Pedro Dix
Rebeca Nurse – Anete
Giles Corey – Luciano
Reverendo Hale – Henrique Lot
ElizabethProctor – Helena Nunes
Juiz Hathorme – Tony Germano
Danforth – Gustavo Fló
Sarah Good – Nair
Martha Corey – Marcia Vasconcellos
Direção e adaptação – Roberto Gotts

PRIMEIRO ATO
Um pequeno quarto no andar superior da casa do reverendo Samuel Parris, em Salém, Massachusetts, na primavera do ano 1692. Há uma pequena janela à esquerda. Através da vidraça de caixilho metálico verte a luz do sol matinal.Uma vela ainda queima junto a cama, que fica a direita. Uma arca, uma cadeira e uma pequena mesa são os outros moveis. No fundo, uma porta se abre para o patamar da escada que vai ao andar térreo. O quarto tem um ar de parcimônia e limpeza. As vigas do teto são visíveis, e a cor da madeira e crua e não tratada. Quando sobe o pano, o reverendo Parris é visto ajoelhado junta à cama, evidentemente emoração. Sua filha, Betty Parris, de dez anos de idade, esta deitada na cama, inerte. O Reverendo Parris esta rezando agora e embora não ouçamos suas palavras ele esta envolto na aura de sua confusão. Ele resmunga, depois parece prestes a chorar; depois chora, e reza de novo; mas sua filha não se mexe na cama. A porta se abre e entra sua escrava negra. Tituba tem seus quarenta anos. Parris a trouxecom ele de Barbados, onde passou alguns anos como comerciante antes de se tornar ministro. Ela entra como alguém que não agüenta mais ser impedida de ver sua amada, mas esta também muito aterrorizada porque sua percepção de escrava alertou–a para o fato de que, como sempre, os problemas dessa casa acabarão caindo em suas costas.
ABIGAIL – Tio, estão falando de bruxaria por todo lado; acho melhoro senhor sair e desmentir. Eu fico com ela.
PARRIS – (aflito, vira–se para ela) E o que digo a eles? Que minha filha e minha sobrinha foram encontradas dançando feito pagãs na floresta?
ABIGAIL – Tio, a gente dançou mesmo; diga a eles que eu confessei e que vou ser chicoteada como tem de ser. Mas estão falando de bruxaria. A Betty não esta enfeitiçada.
PARRIS – Abigail, não posso aparecer dianteda congregação se você não se abriu comigo. O que você fez com ela na floresta?
ABIGAIL – A gente só dançou, tio, e quando o senhor apareceu no meio do mato tão de repente, a Betty se assustou e desmaiou. Foi só isso. (tremendo, senta–se) Eu nunca faria mal para a Betty. Gosto muito dela.
PARRIS – Seu castigo vira a seu tempo. Mas se você esteve com espíritos na floresta, eu tenho que saber agora,porque com certeza meus inimigos vão saber e vão me arruinar por isso.
ABIGAIL – Mas nos nunca invocamos espíritos.
PARRIS – Então por que ela não consegue se mexer desde a meia noite? Essa criança está em desespero! (Abigail baixa os olhos) Me conte o que você fez lá. Você não entende que eu tenho muitos inimigos?
ABIGAIL – Ouvi dizer.
PARRIS – Uma facção que jurou me tirar do púlpito. Vocêentende isso?
ABIGAIL – Acho que sim.
PARRIS – Então, agora, no meio dessa disputa, descobrem que a minha própria casa é o centro de alguma pratica obscena. Que praticam abominações na floresta...
ABIGAIL – Era brincadeira, tio!
PARRIS – (aponta para Betty) Chama isso de brincadeira? Abigail, se sabe de alguma coisa que possa ajudar o médico, pelo amor de Deus me diga. (ela fica em silencio) Eu vi aTituba sacudindo os braços e andando. Porque ela estava fazendo aquilo?
ABIGAIL – Ela sempre canta as musicas de Barbados e a gente dança.
PARRIS – Não posso fechar os olhos para o que eu vi, Abigail. Vi um vestido no chão e alguém correndo nu pelas arvores!
ABIGAIL – Ninguém estava nu! O senhor se enganou! Eu juro!
PARRIS – Eu lutei três longos anos para dobrar essa gente de nariz empinado e...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • PSICOPATOLOGIA AS BRUXAS DE SALEM 1
  • Bruxas de salém
  • bruxas de salém
  • As bruxas de Salém
  • AS BRUXAS DE SALEM
  • As bruxas de salem
  • As bruxas de salem
  • Ficha para o filme: as bruxas de salém

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!