AS AÇÕES DE ENFERMAGEM NO ALIVIO DA DOR DA PARTURIENTE ATRAVÉS DE MÉTODOS NÃO FARMACÓLOGICOS: uma revisão de literatura

Páginas: 5 (1137 palavras) Publicado: 9 de agosto de 2013
AS AÇÕES DE ENFERMAGEM NO ALIVIO DA DOR DA PARTURIENTE ATRAVÉS DE MÉTODOS NÃO FARMACÓLOGICOS: uma revisão de literatura
INTRODUÇÃO
Ao longo dos anos o cuidado prestado à mulher durante o trabalho de parto passou por muitas modificações, principalmente nos procedimentos que vão de encontro à fisiologia do parto. Nos dias atuais o trabalho de parto tornou-se um momento basicamente mecanizadodevido a grande evolução tecnológica e os avanços científicos na medicina, bem como a necessidade de reduzir a mortalidade materna e neonatal (COSTA; FARIA e SOLER, 2009).
Entretanto a Organização Mundial de Saúde (OMS), nos últimos anos, vem estabelecendo crescentes movimentos de humanização do parto para tentar modificar essa realidade. De acordo com Sescato, Souza e Wall (2008), este movimentotem como intuito tornar o parto o mais natural possível, atenuando as intervenções, cesarianas e administração de fármacos.
Nesse contexto, é possível observar que um grande vilão na fase de nascimento de uma criança é a dor, e que a utilização de métodos farmacológicos para alívio da dor, como a administração de anestésicos e analgésicos vem crescendo desenfreadamente (SARTORI et. al, 2011).Nesse seguimento, a dor é definida como um episódio subjetivo, podendo ser observada através de comportamentos distintos que podem variar segundo a cultura e a época (KAZANOWSKI e LACCETTI, 2005). Ela resulta de processos fisiológicos e de uma resposta emocional. Muitos fatores também contribuem com o aumento da dor como, o medo, stress, fome, fadiga, isolamento, ambiente, dentre outros.
AAmerican Pain Society (2003) considera o tratamento da dor tão importante que determinou esse evento como o “quinto sinal vital”, o que enfatiza a sua relevância diante dos cuidados realizados pelos profissionais de saúde (BRUNNER e SUDDARTH, 2009).
Em meados das décadas de 30 a 60, as parteiras e médicos acreditavam que a dor era algo totalmente biológico, que era necessário passar por todo odesconforto sem métodos de alívio. Nesse contexto, atualmente, muitas mulheres determinam a dor como um sofrimento e um momento pelo qual não irão conseguir suportar e acabam desistindo do parto normal e aumentando os índices de parto cesariano (MAMEDE et al., 2007).
Estudos no Brasil mostram que entre as usuárias de plano de saúde, a taxa de cesariana subiu de 64,30% para 80,72% entre os anos de2003 a 2006, respectivamente. Levando em consideração que a OMS recomenda apenas 15%, esses índices estão cerca de duas vezes maior do que a média nacional e mais elevada no âmbito mundial (PEREIRA; FRANCO e BALDIN, 2011).
Nesse contexto, verificamos que o papel dos profissionais de saúde durante o trabalho de parto, bem como no alívio da dor, é extremamente importante, pois o bem-estar físicoe emocional da mulher, nesse momento, precisa está no seu ápice para que transcorra tudo bem. A erradicação integral da dor no parto é um objetivo bem estudado, porém é um desafio bastante difícil de ser alcançado (CAVALCANTE et. al, 2007).
Contudo, é importante salientar que nos dias atuais contamos com uma gama de artifícios que auxiliam no alívio da dor e no conforto satisfatório daparturiente. Levando em consideração os métodos de alívio da dor, temos como técnicas tanto os métodos farmacológicos como os não farmacológicos. Tendo em vista a utilização de procedimentos não invasivos, os métodos não farmacológicos são considerados de menor risco à parturiente e são utilizados também para reduzir a necessidade da utilização de fármacos opióides (DAVIM, 2007).
Portanto dentre elespodemos citar: o banho de chuveiro ou de imersão, massagens na região lombar, respiração padronizada, condicionamento verbal, relaxamento muscular e deambulação. Esses métodos podem ser utilizados de forma isolada ou combinada (DAVIM, 2007). Estudos de Mamed et al. (2007), evidenciam que podemos melhorar o conforto da parturiente através de diferentes técnicas utilizadas no trabalho de parto,...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • MÉTODOS NÃO FARMACOLÓGICOS PARA ALÍVIO DA DOR NA GESTANTE EM TRABALHO DE PARTO DO HOSPITAL MUNICIPAL GERSON DIAS
  • Metodos para o alivio da dor em obstetricia
  • AÇÕES DE ENFERMAGEM DIANTE OS DISTÚRBIOS PSICOLÓGICOS NO PUERPÉRIO: UMA REVISÃO DE LITERATURA
  • Leucemia e os cuidados de enfermagem: revisão de literatura
  • Sistematização da assistência de enfermagem: uma revisão de literatura.
  • O uso da sucção não nutritiva no alivio da dor no recém nascido pré termo, durante as punções...
  • A Influência do Sedentarismo na Prevalência da Dor Lombar: Uma Revisão de Literatura
  • Liderança do enfermeiro na equipe de enfermagem: revisão de literatura

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!