artigo raça e cor

Páginas: 12 (2783 palavras) Publicado: 20 de junho de 2013
A TRAJETÓRIA DO NEGRO BRASILIRO E SUA DIFICIL INSERÇÃO NO SISTEMA EDUCACIONAL


RESUMO: A proposta de estudo do seguinte artigo é discutir sobre a difícil trajetória do negro na sociedade brasileira por conta da escravidão a que foram submetidos, desde o Brasil colônia até os diasatuais. Analisar o que foi o processo de abolição para os negros e como se deu a ideologia racial, a teoria do branqueamento e o mito da democracia racial, os grandes responsáveis pela exclusão social do negro depois da abolição, focando nas conseqüências que todas essas ideologias trouxeram para a difícil inserção do negro nos diversos campos sociais e mais especificamente no sistema educacional.PALAVRAS – CHAVE: Negro, discriminação, preconceito, sociedade, educação.


1. Introdução

Hoje na sociedade brasileira as diferenças raciais são responsáveis pela grande desigualdade presente em vários aspectos da vida social de negros e brancos. É visível que o negro é quem nessa historia esta na pior situação. Foram eles que por meio de um sistema de trabalho escravo, onde eramexplorados e excluídos pela sociedade, que mais contribuíram para a construção da economia do país.
O objetivo do presente trabalho é analisar a situação do negro brasileiro na sociedade desde o Brasil colônia até os dias atuais. Verificar quais as conseqüências do passado de exploração para a inserção do negro na sociedade, principalmente na esfera educacional, já que a educação se mostra uma armapoderosa contra a discriminação e a desigualdade social e responsável pelo processo de socialização do individuo e pela construção da sua identidade.

Aquilo que fazemos, individualmente ou em grupo, exprime em larga medida aquilo que pensamos de nos mesmos e do outro. Nesse cenário a escola se torna, inevitavelmente, um lugar privilegiado que reflete através de diferentes perspectivas, o rico edesafiador enredo das relações sociais. Daí, a necessidade imediata de educadores e educandos se articularem, a fim de estabelecer redes de convivência que resultem não só no ensino-aprendizado de determinados saberes, mas, para além disso, na percepção e na aceitação da importância de outras tantas maneiras de viver e de saber.(PEREIRA, 2010, p.15)


2. A questão racial desde o Brasil colônia atéo Brasil de ações afirmativas

Por muito tempo perdurou a crença de que no Brasil a escravidão havia sido suave, de que a relação entre escravos e senhores fosse tranqüila e harmoniosa (SILVEIRA, 2009). Na verdade não era bem assim, o negro tanto no Brasil, quanto no mundo sofreu com o sistema escravista e sofre até hoje as suas conseqüências por meio do preconceito e da desigualdade social. Osistema escravista trazido pelos portugueses, que inicialmente escravizaram os índios e depois os negros por meio do trafico marítimo por volta do século XVI, foi o grande impulso para economia do Brasil colônia. ”Sem a presença dos índios e dos negros, com sua disposição e força para o trabalho pesado, não haveria como Portugal desbravar e tornar lucrativa a terra descoberta”. (SILVEIRA, 2009).A escravidão dos negros era justificada pelos europeus por meio do racismo, e assim, foi imposta a superioridade de uma raça sobre a outra, nesse caso do branco sobre o negro. Guimarães (2003, p. 96) trata desta questão “o que chamamos de racismo não existiria sem essa idéia que divide os seres humanos em raças, em subespécies, cada qual com suas qualidades. Foi ela que hierarquizou associedades e populações humanas e fundamentou um certo racismo doutrinário”. Foi ela que permitiu e legitimou a escravidão e a idéia do negro como sendo uma raça inferior com qualidades negativas que tinha como única opção de vida se sujeitar a exploração do seu trabalho, vivendo em condições desumanas, tratados como animais.

A “raça” não é uma condição biológica como a etnia, mas uma condição...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • cor e raça
  • Preconceito de cor e raça no brasil
  • NEM RAÇA, NEM COR, UMA QUESTÃO DE CAPACIDADE
  • Raça e cor no brasil
  • hipertensão segundo raça e cor
  • cor e raça no brasil
  • Projeto: uma educação sem cor e sem raça
  • Se ´preto´ é cor; ´negro´ é raça?

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!