Artigo: interações fitoterapicos (cordeiro et al, 2005)

Páginas: 18 (4407 palavras) Publicado: 18 de outubro de 2011
Revista Brasileira de Farmacognosia Brazilian Journal of Pharmacognosy 15(3): 272-278, Jul./Set. 2005

Recebido em 08/09/04. Aceito em 11/08/05

Divulgação

Interações medicamentosas de fitoterápicos e fármacos: Hypericum perforatum e Piper methysticum
C.H.G. Cordeiro1, Chung M.C.2*, L.V.S. do Sacramento3
Programa de Pós-graduação em Ciências Farmacêuticas, Faculdade de CiênciasFarmacêuticas, UNESP, Rodovia Araraquara-Jaú KM 1, 14801-902, Araraquara, SP, Brasil, 2 LAPDESF - Laboratório de Pesquisa e Desenvolvimento de Fármacos, Departamento de Fármacos e Medicamentos, Faculdade de Ciências Farmacêuticas, UNESP, Rodovia Araraquara-Jaú KM 1, 14801-902, Araraquara, SP, Brasil, 3 Laboratório de Botânica, Departamento de Princípios Ativos Naturais e Toxicologia, Faculdade de CiênciasFarmacêuticas, UNESP, Rodovia Araraquara-Jaú KM 1, 14801-902, Araraquara, SP, Brasil
RESUMO: A utilização de produtos naturais na medicina popular é milenar e persiste até os dias atuais. Entretanto, a idéia de que estes produtos são isentos de toxicidade torna o uso de medicamentos fitoterápicos cada vez maior e indiscriminado. Este trabalho trata de uma revisão sobre as interações que podemocorrer com a utilização concomitante de Hypericum perforatum L. (erva de são joão) e Piper methysticum F. (kava-kava) com fármacos, podendo levar a sérios efeitos tóxicos, incluindo a fatalidade. Unitermos: Piper methysticum, Hypericum perforatum, erva de são João, kava-kava, interações medicamentosas, fitoterápicos. ABSTRACT: “Drug interactions between herbs and medicines: Hypericum perforatum andPiper methysticum”. Natural products in popular medicine have been used for hundreds of years and persists nowadays. However, the idea that these products are exempted of toxicity turns the use of herbs to be larger and indiscriminate. This work is a review of interactions that can happen with concomitant use of Hypericum perforatum L. (St. John’s wort) and Piper methysticum F. (kavakava) withmedicines that can result in serious toxicological effects including fate. Keywords: Hypericum perforatum, Piper methysticum, St. John’s wort, kava-kava, drug interactions, medicines.
1

INTRODUÇÃO A utilização de produtos naturais como recurso terapêutico é tão antiga quanto a civilização humana, e por muito tempo, produtos minerais, vegetais e animais constituíram o arsenal terapêutico. Com oadvento da Revolução Industrial e o desenvolvimento da química orgânica, os produtos sintéticos foram adquirindo primazia no tratamento farmacológico. Isto ocorreu, entre outros fatores, pela maior facilidade de obtenção de compostos puros, com o desenvolvimento de processos de modificações estruturais (com vistas a fármacos mais ativos e mais seguros) e pelo crescente poder econômico das grandescompanhias farmacêuticas. Mesmo assim, os produtos naturais não perderam seu lugar na terapêutica, sendo considerados equivocadamente pela população como medicamentos seguros, garantindo um crescimento em sua utilização (Eisenberg et al., 1998). Além disso, a utilização de produtos naturais, pelo seu paralelo com o desenvolvimento da cultura humana, foi e muitas vezes ainda é, acompanhada por significadosmágico-religiosos e visões peculiares de saúde e doença (Rates, 2001). Entre os 252 fármacos essenciais selecionados pela Organização Mundial da Saúde (OMS, 1991), 11% 272
* E-mail:chungmc@fcfar.unesp.br, Tel. + 55-16-33016970

são de origem exclusivamente vegetal e uma parcela significativa é preenchida por medicamentos semisintéticos, obtidos a partir de precursores naturais (Rates, 2001).Para a OMS, plantas medicinais são todas aquelas silvestres ou cultivadas, utilizadas como recurso para prevenir, aliviar, curar ou modificar um processo fisiológico normal ou patológico, ou utilizado como fonte de fármacos e de seus precursores, enquanto fitoterápicos são produtos medicinais acabados e etiquetados, cujos componentes ativos são formados por partes aéreas ou subterrâneas de plantas,...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Artigo Morais et al.
  • Artigo Mota et al 2015
  • Artigo Com Nomes Alini Juliana Bruna Et Al
  • Artigo fitoterápico
  • Mudan as ambientais Seixas et al Artigo VITAS 28 09 11
  • Tradução contanza et al
  • Interações medicamentosas de fitoterápicos e fármacos
  • SOARES et al 2007

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!