Artígo científico - microcorrente

Páginas: 11 (2505 palavras) Publicado: 6 de abril de 2013
AÇÃO DA MICROCORRENTE NO ENVELHECIMENTO CUTÂNEO

INTRODUÇÃO

O conceito de beleza em vigor atualmente é o da pele jovem, sem linhas de
expressão, rugas e flacidez. Entretanto, com o avanço da idade, a pele começa a
sofrer alterações que modificarão seu aspecto gradativamente caracterizando o
envelhecimento cutâneo.
A pele humana reflete, através da sua aparência, asmais diversas
emoções, a dinâmica mental do individuo e o envelhecimento, que ainda segundo
Guirro e Guirro (2004) é o processo natural a qual todos estamos submetidos.
Entre as disfunções estéticas que surgem no envelhecimento podemos citar
as linhas de expressão, rugas e flacidez por sua enorme importância estética,
particularmente no sexo feminino, é motivo de atenção especial ede procura de
cuidados corretivos e tratamentos (ESTEVES et al,1991).
A estética facial possui alguns métodos de tratamento que minimizam ou
até mesmo revertem às características do envelhecimento cutâneo. Entre eles
destaca-se o uso da microcorrente, também denominada de MENS (Microcurrent
Electrical Neuromuscular Stimulation), essa técnica produz sinais elétricos
similares aodo corpo humano. Com esta característica além de objetivar
promover a revitalização cutânea, produz um aumento da síntese de proteínas,
pois favorece o aumento da produção de ATP (Adenosina Trifosfato) em até
500%, melhorando a elasticidade e viscosidade da pele que ocorre devido à
formação de um campo bioelétrico do corpo humano (BRAGA, 2002).
A partir das pesquisas feitas para odesenvolvimento desse estudo foi
verificado que há poucas referências a respeito da atuação da microcorrente na
melhora dos aspectos clínicos do envelhecimento cutâneo, então se justifica a
realização desse artigo, tendo em vista o grande interesse da população em geral
pelo assunto. Sendo que a incansável busca por uma boa aparência estimula o
aperfeiçoamento e aprimoramento de técnicas quevenham a satisfazer esse
desejo, revertendo as “marcas” deixadas pelo tempo.

FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA

Cada uma das estruturas que compõe a pele possui uma ou mais funções, tais como produção de colágeno e elastina, oxigenação dos tecidos, transporte de nutrientes entre as células, entre outras.
Devido aos inúmeros fatores que causam o envelhecimento cutâneomanifestam-se alterações clínicas visíveis como o aparecimento de rugas
estáticas e/ou dinâmicas, linhas de expressão, ressecamento, flacidez, hiper e
hipopigmentação e textura da pele.
Na concepção de Becker e Nordestron (s.d), o corpo é formado por trilhões
de células, cujas membranas possuem campos elétricos que são chamados de
bioeletricidade. Os aspectos clínicos do envelhecimentocitados anteriormente
estão relacionados com a diminuição do fluxo dessa corrente elétrica entre as
células do organismo chamado de bioeletricidade e do funcionamento
desordenado das mesmas.
Várias teorias afirmam que existem sinais magnéticos entre as células e
que são chamadas de bioeletricidade, por isso que as células são capazes de
receber, decodificar e agir sobre sinaiselétricos, magnéticos e acústicos
(CHARMAM 2006).
Com o passar do tempo essa corrente elétrica sofre alterações na sua
capacitância elétrica (capacidade de armazenamento de cargas elétricas)
favorecendo então uma interrupção elétrica, resultando aumento de resistência ao
fluxo elétrico (bioimpedância elétrica), proporcionando um comprometimento das
sínteses de proteínas entre a matrizintracelular e extracelular, o que impede o
processo natural de renovação celular, redução na produção de colágeno e
elastina e diminuição da oxigenação dos tecidos, promovendo uma deterioração
gradual da função e capacidade de resposta da pele aos estresses ambientais
(GUIRRO e GUIRRO, 2004).
Tendo em vista os aspectos característicos dos processos de envelhecimento cutâneo a...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Artigos cientificos
  • Artigo cientifico
  • Artigo Cientifico
  • artigo cientifico
  • Artigo científico
  • Artigo cientifico
  • artigo cientifico
  • Artigo Científico

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!