Arquitetura de Museus nas Cidades Contemporâneas (Cecília C. B. Cavalcanti)

Páginas: 6 (1477 palavras) Publicado: 8 de abril de 2014
Os museus não são espaços neutros, mas convertidos em um marco físico e sociocultural exercem uma ação sobre a percepção da obra ou objeto, podendo modificar seu significado. Alguns críticos chegam a considerar que muitos desses edifícios que abrigam obras de arte, não passam de monumentos autoindulgentes que os arquitetos se elegem a si mesmos e onde a arte se reduz a peça decorativa daarquitetura.
As cidades contemporâneas contêm três questões básicas: as intervenções urbanas temporais ou não, os fluxos de mobilidade e as políticas de reurbanização dos centros urbanos. Nos últimos 20 anos vêm surgindo novas formas arquitetônicas que invadem os espaços urbanos e que fazem parte, muitas vezes, das diversas políticas de reurbanizações.
A arquitetura de novos museus vai construindo umnovo cenário nas cidades em todo o mundo, verdadeiros monumentos do conhecimento. Por outro lado as cidades estão sendo planejadas baseadas num novo realismo, o qual mais do que apenas a funcionalidade, requer uma renovação dos modos de representar com a construção de espaços de memória.
A partir da década de 70, houve uma reestruturação de grandes centros urbanos, recriando empreendimentospatrimoniais e visibilizando heranças nacionais, em uma “onda  da  nova arquitetura de museus”, com uma comercialização em massa da  nostalgia, provocando uma atitude, de musealização baseada numa premissa de consumo, significando dizer que o passado vende mais do que o futuro.
A própria arqueologia de civilizações milenares foi transformada em parques turísticos monumentais, permitindo ao Estadoapresentar-se como guardião de uma tradição generalizada. Nos últimos 30 anos, as cartografias das cidades estão sendo desenhadas a partir da velocidade e das inovações técnicas, científicas e culturais, gerando o conhecimento como patrimônio e sua representação como a nova forma de manifestação de poder.
Pouco a pouco à rede substituirá as instituições, como as Igrejas, bancos, escolas,universidades, museus e a cultura. As mudanças entre as relações entre corpo e tempo determinadas pela aceleração da velocidade da transmissão da informação, transformaram os espaços em fragmentações urbanas ou lugares de passagem.
Na década de 1980, enquanto as cidades musealizadas vendiam o passado, a construção de novos museus de ciências e tecnologia vende o futuro, imprimindo uma nova arquitetura, nãosó com objetivo de melhor utilização do espaço, mas de tornar visíveis tecnologias a favor da sustentabilidade. Os grandes blocos de concreto adquirem novos contornos com a fusão da natureza e novos materiais.
A arquitetura classifica como públicos todos aqueles espaços de propriedade pública e que são acessíveis a todos livremente. Os espaços coletivos seriam definidos como espaço público, mas depropriedade privada, como os shoppings ou museus. Ressalta-se que, como a maioria dos museus a entrada é paga, o transforma em um coletivo seletivo ou para quem pode pagar.
Todos os movimentos sociais e políticos nascem e crescem nos espaços públicos, onde se formam pela interação social e significativa, onde as ideias e os valores se formam, se transmitem, se respaldam e combatem. A construçãode grandes museus, integrados a parques públicos, requer áreas cada vez maiores, permitindo a revitalização de certos bairros e criando novos centros urbanos.
A ideia de tempo corrido linearmente era baseada nas formas do Peristilo (extensa série de colunas) e da basílica (construção retangular, onde se entra por um lado e sai-se por outro), formas oriundas da Grécia. A primeira estrutura, oPeristilo, fazia com que as pessoas andassem sempre para frente, sem distrações nas laterais. A segunda estrutura, a Basílica não passava de um ponto de encontros.
Entre os séculos XVII até princípios do século XX, os Museus Nacionais ganharam importância e prestígio na sociedade e, novas formas arquitetônicas começam a surgir principalmente na forma de Panteon, circular e monumental, determinando...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • O museu na cidade
  • ALTERAÇÃO DE A-B-C PARA C-A-B
  • A cidade Contemporanea
  • Cidades contemporaneas
  • Arquitetura contemporânea
  • a cidade contemporanea
  • arquitetura contemporanea
  • A arquitetura contemporânea

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!