Aristoteles

Páginas: 6 (1441 palavras) Publicado: 15 de maio de 2014
 FAETEC Bacaxa
Disciplina: Filosofia
Humberto Amorim
Mylena Lopes de Araújo n°17
Turma: 2111























16 de Maio de 2014









AristótelesTrabalho entregue como forma de avaliação trimestral na disciplina de filosofia
Sumário

Introdução.................................................................................4
Desenvolvimento......................................................................5
Conclusão.................................................................................8Webgrafia..................................................................................9




















Introdução:
O Filósofo grego Aristóteles nasceu em 384 a.C., na cidade antiga de Estágira, e morreu em 322 a.C. Seus pensamentos filosóficos e ideias sobre a humanidade tem influências significativas na educação e no pensamento ocidental contemporâneo. Aristóteles éconsiderado o criador do pensamento lógico. Suas obras influenciaram também na teologia medieval da cristandade.
Suas obras podes ser divididas em quatro grupos:
Lógica - Interpretação, Categorias, Analíticos, Tópicos, Elencos Sofísticos e os 14 livros da Metafísica (Prima Filosofia). O conjunto dessas obras é conhecido pelo nome de Organon.
Filosofia da Natureza - Sobre o Céu, Sobre os Meteoros,oito livros de Lições de Física e Outros Tratados da História e Vida dos Animais.
Filosofia Prática - Ética a Nicômano, Ética a Eudemo, Política, Constituição Ateniense e Outras Constituições.
Poéticas - Retórica e Poética.
Nosso caráter é o resultado da nossa conduta. (Frases de Aristóteles).

Não existe um grande gênio sem uma pitada de loucura. (Pensamentos de Aristóteles)

Em tudo o quefazemos, temos em vista alguma outra coisa. (Frases de Aristóteles)

Se as coisas não acontecem como desejamos, deveríamos desejá-las do modo que elas acontecem. (Pensamentos de Aristóteles)

As obras de Aristóteles são normalmente divididas em duas classes: as esotéricas, que foram escritas para o público em geral e possuíam um caráter mais introdutório, e as acromáticas, destinadas a umpúblico já familiarizado com o pensamento da escola de aristotélica.





Desenvolvimento

Apesar de ter sido discípulo de Platão durante vinte anos, Aristóteles (384-322 a.C.) diverge profundamente de seu mestre em sua teoria do conhecimento. Isso pode ser atribuído, em parte, ao profundo interesse de Aristóteles pela natureza (ele realizou grandes progressos em biologia e física), semdescuidar dos assuntos humanos, como a ética e a política.
Para Aristóteles, o dualismo platônico entre mundo sensível e mundo das ideias era um artifício dispensável para responder à pergunta sobre o conhecimento verdadeiro. Nossos pensamentos não surgem do contato de nossa alma com o mundo das ideias, mas da experiência sensível. "Nada está no intelecto sem antes ter passado pelos sentidos", dizia ofilósofo.
Isso significa que não posso ter ideia de um teiú (lagarto) sem ter observado um diretamente ou por meio de uma pesquisa científica. Sem isso, "teiú" é apenas uma palavra vazia de significado. Igualmente vazio ficaria nosso intelecto se não fosse preenchido pelas informações que os sentidos nos trazem.
Mas nossa razão não é apenas receptora de informações. Aliás, o que nos distinguecomo seres racionais é a capacidade de conhecer. E conhecer está ligado à capacidade de entender o que a coisa é no que ela tem de essencial. Por exemplo, se digo que "todos os cavalos são brancos", vou deixar de fora um grande número de animais que poderiam ser considerados cavalos, mas que não são brancos. Por isso, ser branco não é algo essencial em um cavalo, mas você nunca encontrará um...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Aristóteles
  • Aristóteles
  • Aristoteles
  • Aristóteles
  • Aristoteles
  • Aristóteles
  • ARISTÓTELES
  • Aristoteles

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!