Aristóteles

Páginas: 2 (253 palavras) Publicado: 22 de novembro de 2012
Aristóteles, Galileu, Newton e o movimento
O filósofo grego Aristóteles acreditava que um corpo só permanecia em movimento se actuasse sobre este algumaforça, ou seja, se a força parasse, o corpo também parava, mas esta ideia só foi aceite até ao Renascimento.
Nesta altura Galileu mostrou que tal teoria estavaerrada fazendo experiências com mais rigor e precisão. Galileu percebeu que ao empurrar um corpo existia a actuação de uma força contrária ao movimentodesignada por força de atrito. Assim, ele percebeu que mesmo se uma força que actuasse sobre o corpo, cessasse, se não houvesse força de atrito, este continuaria emmovimento rectilíneo uniforme, ao contrário do que Aristóteles tinha afirmado. Com os seus estudos Galileu chegou à conclusão da existência da propriedadefísica da matéria, a inércia.
Segundo esta propriedade, um corpo se estiver em repouso tem tendência a ficar em repouso e se estiver em movimento tende apermanecer em movimento.
Anos mais tarde, Newton não só concordou com as conclusões de Galileu como também as desenvolveu e formulou as suas três leis utilizandoas conclusões nestas. Precisamente na sua primeira lei, designada também por Lei da inércia ele diz exactamente o mesmo do que Galileu, na ausência de forças,um corpo em repouso continua em repouso e um corpo em movimento continua em movimento rectilíneo uniforme.
Assim, tanto Galileu como Newton ao concordaremcom as mesmas ideias concluíram também que Aristóteles não tinha considerado a força de atrito apesar desta existir provando assim que ele estava errado.
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Aristóteles
  • Aristoteles
  • Aristóteles
  • Aristoteles
  • Aristóteles
  • ARISTÓTELES
  • Aristoteles
  • Aristóteles

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!