Argumentos dedutivos e nao dedutivos; falácias

481 palavras 2 páginas
Argumentos dedutivos - A partir de premissas) é deduzida uma dada conclusão que se apresenta como necessária e válida. Se as premissas forem verdadeiras e o raciocínio for correcto, então a conclusão será também verdadeira.

Exemplo: Todos os homens são mortais. João é homem. Logo, João é mortal.

__Argumentos não dedutivos______

Argumentos indutivos- Neste caso, a conclusão ultrapassa o conteúdo das premissas. Embora estas possam ser verdadeiras, a conclusão é apenas provável .

Exemplo: Todos banhistas observados até hoje estavam queimados pelo sol. Logo, o próximo banhista que for observado estará queimado pelo sol. (argumento indutivo - generalização, previsão)

Argumento por Analogia- Neste tipo de argumentos parte-se da semelhança entre duas coisas, para se concluir que a propriedade de uma é a mesma que podemos encontrar na outra. As diferenças especificas são ignoradas.

Exemplo: Marte é um astro como a Terra. A Terra é habitada. Logo, Marte é também habitado.
Argumento de autoridade - Neste tipo de recorre-se á opinião fundamentada de um especialista, uma autoridade no assunto em questão. Tem de haver outros especialistas com a mesma opinião.
_________________________________________Falácias______________________________

Petição de Princípio - Pretende-se provar uma conclusão, partindo de uma premissa que é a própria conclusão. Considera-se como provado algo que se pretende provar.
Exemplos:
b) O aborto é um crime; logo comete um crime quem aborta.
c) O Corão é indiscutível porque é a palavra de Deus.

Falso Dilema. Apenas são apresentadas duas alternativas, sendo omitidas as restantes hipóteses. Exemplos: a) Quem não está por mim, está contra mim.

b) É pegar ou largar! c) O Joaquim é genial ou idiota. Como não se revelou genial, é pois idiota.
Ataque Pessoal ( Argumentum ad hominem). Coloca-se em causa a credibilidade do oponente, através de ataques pessoais, de forma

Relacionados

  • Falácias e Argumentos
    3916 palavras | 16 páginas
  • Paz no mundo
    971 palavras | 4 páginas
  • raciocinio logico
    3997 palavras | 16 páginas
  • Falácia
    1116 palavras | 5 páginas
  • Filosofia: A Lógica e Silogismos
    2419 palavras | 10 páginas
  • Argumentos
    1442 palavras | 6 páginas
  • Filosofia
    1249 palavras | 5 páginas
  • Argumentação
    3593 palavras | 15 páginas
  • Resumo do curso de lógica
    3012 palavras | 13 páginas
  • Logica e argumentção
    3620 palavras | 15 páginas