apreguiça

Páginas: 2 (322 palavras) Publicado: 28 de dezembro de 2013
Consta-se que a paciência de um trabalho demorado se tem o gozo da compensação como, por exemplo, se digito um texto letra por letra, terei menos chance de errar.Repetir a mesma frase sem esforço, somente acrescentar para o leitor não se assustar, pequenas frases feitas, nada de textos longos e complexos, logo o leitor perderia ointeresse pela leitura seria mais um dorminhoco.
Faz a comparação, pois como os gregos, os plutarcos utilizaram apenas frases que são feitas, não se preocupando em ler e obteroutras ideias, assim todas as formas de converter novas conversas ali existentes, ficam numa devida repetição de sentido.
Sim, pois hoje em dia as pessoas não levam asério as ideias originais, e sim por frases escritas de formas irônicas e que já são do conhecimento bem abrangentes, ou seja, frases más usadas, curtas e diretas.
Leitordorminhoco é aquele que literalmente dorme enquanto ler, não entende o que o texto quer mostrar. E o subesperto é aquele que está em pouco, mas atento no texto, mas meiodisperso.
A preguiça é a mãe do progresso, se o homem não tivesse preguiça de caminhar, não teria inventado a roda. A ideia que o trecho repassa é que, se a sociedade nãotivesse preguiça para realizar certas atividades, não teria desenvolvido métodos para facilitar seu trabalho.
Não, pois se o homem não tivesse “preguiça”, não teriadesenvolvido seu raciocínio para alguns tipos de locomoções, comunicação e etc.
Sentimento de conquista por ter conquistado tudo em questão das máquinas, para diminuir a mão deobra, mesmo sendo o trabalho preguiçoso e também pode se dar como um sentido benéfico, pois se não houvesse preguiça ele iria cometer muitos erros ou maus atos.
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!