Aplicabilidade da corrente crítica da teoria das restrições no gerenciamento de projetos executivos de engenharia um estudo de caso em uma refinaria de petróleo

Páginas: 8 (1813 palavras) Publicado: 4 de abril de 2013
Trabalho de Reposição

Artigo Escolhido: Aplicabilidade da corrente crítica da teoria das restrições no gerenciamento de projetos executivos de engenharia: um estudo de caso em uma refinaria de petróleo
Autores: Éverton Maurer da Silva; Luis Henrique RodrigueI; Daniel Pacheco Lacerda

Qual é a pergunta de pesquisa proposta pelo artigo escolhido?

O artigo escolhido investiga a adequação dométodo da Corrente Crítica para a programação de projetos em uma refinaria de petróleo, cujo ambiente é multiprojeto e que envolvem processos de tomada de decisões. O método da Corrente Crítica (Critical Chain Project management – CCPM), baseado na Teoria das Restrições (TOC), se propõe a oferecer instrumentos de controle mais precisos e focados que os tradicionalmente utilizados no método doCaminho Crítico (Critical Path Method – CPM), indicando em que momento agir, onde e como deve ser direcionada a ação, permitindo a elaboração de um cronograma a um só tempo mais realista.

O CCPM foi desenvolvido em 1997 pelo físico israelense Eliyahu M. Goldratt , autor do best seller “A Meta” e considerado uma das personalidades mais influentes na história da indústria, a partir dos conceitosfundamentais da Teoria das Restrições, uma metodologia de gerenciamento holístico que ele desenvolveu a partir dos anos 80. O CCPM é a aplicação desta metodologia no ambiente de projetos.
Assim como ocorreu no ambiente de produção, Goldratt apresentou ao mundo de forma simples e lógica o que há de errado com os paradigmas existentes no gerenciamento de projetos e os principais conceitos da suasolução através do livro “Corrente Critica”. E novamente resultados excepcionais foram obtidos com a sua implementação.
Quando Goldratt começou a analisar a forma como as empresas eram administradas ele percebeu que o maior problema era a forma de administrar. Os gerentes não tentam administrar a empresa como se ela fosse um sistema (como o médico faz), mas tentam melhorar o desempenho de cada parteda empresa sem olhar o todo (como o balconista da farmácia faz). Goldratt diz que a administração tradicional trabalha como se fosse verdade que “otimizar cada parte do sistema faz com que o sistema como um todo fique otimizado”. Essa premissa está totalmente equivocada, é a base para a maioria dos métodos, práticas e políticas administrativas, e é uma das principais causas do desempenho ruim dasempresas.
Apesar dos avanços nos últimos 50 anos na gestão de projetos (i.e. PERT,CPM,PMBOK,etc) e dos esforços para aumentar as vendas e melhorar o caixa, pouquíssimas empresas conseguem obter ambos ao mesmo tempo. O dilema abaixo explica porque.

Resolver este dilema é encontrar uma forma de aumentar significativamente as vendas e melhorar o caixa ao mesmo tempo, sem a necessidade deinvestimentos adicionais.

Quais são as conclusões do artigo?

De acordo com o artigo as aplicações das principais proposições do Método da Corrente Crítica teriam um prognóstico positivo, dentre as quais se destaca a possibilidade de maior assertividade dos cronogramas dos projetos de onde se conclui que o método é adequado no gerenciamento de projetos executivos de engenharia em uma refinaria depetróleo.
A tabela abaixo compara e contrasta os elementos do CCPM com as técnicas de gerenciamento tradicionais, itens estes facilmente identificados no artigo:

Paradigma Atual | Método Tradicional(Prática Comum) | Corrente Crítica( CCPM ) | Benefícios |
Quanto mais segurança puder embutir, melhor. | Embute bastante segurança nas estimativas de duração das tarefas | Considera estimativasagressivas na duração das tarefas | Início das tarefas não é postergado, as "firulas" são eliminadas, a duração da tarefa é reduzida, maior visibilidade do que realmente toma tempo. |
Para um projeto finalizar no prazo é necessário que todas as tarefas acabem no prazo | A segurança é embutida em cada tarefa do projeto | Segurança é agregada e protege o projeto como um todo | A segurança não é...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • corrente crítica- um estudo de caso em uma refinaria de petroleo
  • Estudo de caso de gerência de projetos em petróleo numa refinaria
  • GERENCIAMENTO DE PROJETOS POR CORRENTE CRITICA
  • Estudo de caso Gerenciamento de Projetos
  • Estudo de caso em gerenciamento de projetos
  • Gerenciamento de Projetos
  • Gerenciamento de projetos e processos através da teoria das restrições
  • Análise crítica sobre o artigo científico “Escritório de Gerenciamento de Projetos: Um Estudo de Caso

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!