Antropologia na escola contemporânea.

Páginas: 5 (1050 palavras) Publicado: 2 de maio de 2012
Nas fotos da artista e fotógrafa coreana Jeong Mee Yoon, podemos observar a cor rosa relacionada às meninas e o azul com os meninos, brinquedos para meninas e brinquedos para meninos, modelos de comportamento adotados culturalmente para distinguir meninos das meninas.
A fotoetnografia um estudo da antropologia visual, utiliza a imagem para representar o grupo em estudo, possui caráter históricoe científico, permite através da análise e a interpretação, registrar os costumes, etnias e comportamentos, onde o pesquisador consegue captar o perfil etnológico do grupo estudado. Como exemplo, as fotos da coreana Jeong Mee Yoon, onde retrata a divisão de gêneros, através das cores (rosa meninas e azul meninos) e dos brinquedos, sendo vistos pela sociedade como modelos de comportamentoadequados. Embora meninos e meninas sejam diferentes, são crianças e como tal deveriam brincar juntos, aprender desde cedo o convívio harmônico e o respeito com as “diferenças”. O menino que brinca de boneca com a menina ou a menina que brinca de carrinho com o menino não influencia a escolha sexual de ambos, pois a sexualidade é definida no decorrer da vivência e experiência sexual de cada um.
Aindústria de brinquedos contribui com este tipo de modelo equivocado, onde separam os meninos das meninas, boneca para meninas, nuance em rosa e tons em azul, carrinhos, futebol, videogame, enfim tudo que possa estimular as potencialidades físicas e o raciocínio para meninos, preparando-os para o convívio público. No caso das meninas com suas bonecas, casinhas, são estimuladas para cuidados do lar, asbonecas utilizadas para desenvolver o lado maternal, protetor, natural na maioria das mulheres. Esse tipo de comportamento diferenciado com meninas e meninos poderá influenciar nas escolhas profissionais. Geralmente as mulheres trabalham em profissões que requerem organização, como: babás, domésticas, secretárias, professoras, enfermeiras, etc. Apesar do aumento do número de mulheres no mercado detrabalho, ainda são vítimas de discriminação em relação a sua capacidade no desempenho de funções que até então eram realizadas pelos homens e quando conseguem recebem salários menores. Devemos considerar que a capacidade intelectual ou manual varia de pessoa para pessoa, independente de gênero, raça ou cor.
Tanto a escola quanto a família são responsáveis na construção de valores e atitudespara que nossas crianças se tornem homens e mulheres preparados para o convívio igualitário, baseado no respeito de condições e oportunidades. A escola é um espaço de contato de diversidades culturais, religiosas, econômicas, raciais, de gênero. Sendo assim, deve procurar desconstruir a visão etnocêntrica, ensinar através do olhar etnográfico para os alunos o respeito às diferenças. Paratransformar a escola em um ambiente democrático deve-se romper com as barreiras do autoritarismo, permitir que o aluno tenha livre expressão, formando um cidadão crítico, reflexivo e criativo.
A sociedade evoluiu tecnologicamente, entretanto, as relações socioculturais principalmente no ambiente escolar com os “diferentes”, não obteve o mesmo avanço. A evolução tecnológica promoveu o processo deGlobalização, o que possibilitou o convívio mais intenso com as diferenças, sejam religiosas, culturais, comportamentais, sexuais etc. Entretanto esse convívio gera alguns conflitos, o aumento da intolerância e os preconceitos geram a discriminação, a marginalização, e como consequência o aumento da violência. Indivíduos rotulados como “diferentes” são excluídos por serem considerados fora dos padrões“normais” para a sociedade. A discriminação contra as mulheres, os portadores de deficiências, os homossexuais, os índios e contra os negros devem ser combatidas com políticas públicas que garantam que os direitos sejam respeitados. O multiculturalismo é um dos mecanismos de luta contra toda forma de intolerância, com ações voltadas para resolução do problema das diferenças e elaboração de projetos...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Antropologia Contemporânea
  • antropologia contemporanea
  • Antropologia contemporanea
  • antropologia contemporanea
  • Antropologia Contemporanea
  • O DESENVOLVIMENTO DA ANTROPOLOGIA SOCIAL E ANTROPOLOGIA CONTEMPORANEA
  • antropologia
  • Análise da escola contemporânea brasileira

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!