antonio candido

Páginas: 24 (5788 palavras) Publicado: 22 de outubro de 2013
UFMS - Curso de Letras - Disciplina: Literatura Brasileira I

O ESCRITOR E O PÚBLICO

CANDIDO, Antonio. O escritor e o público. In: _______________. Literatura e sociedade. 9. ed. revista pelo autor. Rio de Janeiro: Ouro sobre azul, 2006. p. 83-98.
1
Frequentemente tendemos a considerar a obra literária como algo incondicionado, que existe em si e por si, agindo sobre nós graças a umaforça própria que dispensa explicações. Esta idéia elementar repousa na hipótese de uma virtude criadora do escritor, misteriosamente pessoal; e mesmo quando desfeita pela análise, permanece um pouco em todos nós, leitores, na medida em que significa repugnância do afeto às tentativas de definir os seus fatores, isto é, traçar de algum modo os seus limites.
Por isso, quando investigamos taisfatores e tentamos distingui-los, percebemos, na medida em que é possível, que os mais plenamente significativos são os internos, que costeiam as zonas indefiníveis da criação, além das quais, intacto e inabordável, persiste o mistério. Há todavia os externos, como aqueles de que se ocupará este artigo; secundários, não há dúvida, como explicação; dependendo de um ponto de vista mais sociológico do queestético; mas necessários, senão à sondagem profunda das obras e dos criadores, pelo menos à compreensão das correntes, períodos, constantes estéticas. Um autor alemão chega a dizer, neste sentido, que mesmo considerando-se a priori metafísico o valor artístico, só de modo sociológico é
possível elucidá-lo nas suas formas concretas particulares — pois nas sociedades civilizadas a criação éeminentemente relação entre grupos criadores e grupos receptores de vários tipos.1 Isto quer dizer que o escritor, numa determinada sociedade, é não apenas o indivíduo capaz de exprimir a sua originalidade (que o delimita e especifica entre todos), mas alguém desempenhando um papel social, ocupando uma posição relativa ao seu grupo profissional e correspondendo a certas expectativas dos leitores ouauditores. A matéria e a forma da sua obra dependerão em parte da tensão entre as veleidades profundas e a consonância ao meio, caracterizando um diálogo mais ou menos vivo entre criador e público.
Mas o panorama é dinâmico, complicando-se pela ação que a obra realizada
exerce tanto sobre o público, no momento da criação e na posteridade, quanto sobre o autor, a cuja realidade se incorpora emacréscimo, e cuja fisionomia espiritual se define através dela. Em contraposição à atitude tradicional e

1 | Müller-Freienfels, SCHRIFTLICHE BEITRÄGE ZUM THEMA SOZIOLOGIE DER KUNST etc, Verhandlungen
des Siebenten Deutschen Soziologentages, Tübingen, 1931, p. 279 -280.



unilateral, que considerava de preferência a ação do meio sobre o artista, vem-se esboçando na estética e na sociologia daarte uma atenção mais viva para este dinamismo da obra, que esculpe na sociedade as suas esferas de influência, cria o seu público, modificando o comportamento dos 84 grupos e definindo relações entre os homens.2
A literatura é pois um sistema vivo de obras, agindo umas sobre as outras e
sobre os leitores; e só vive na medida em que estes a vivem, decifrando-a, aceitando-a, deformando-a. A obranão é produto fixo, unívoco ante qualquer público; nem este é passivo, homogêneo, registrando uniformemente o seu efeito. São dois termos que atuam um sobre o outro, e aos quais se junta o autor, termo inicial desse processo de circulação literária, para configurar a realidade da literatura atuando no tempo.
Qual a influência entre eles; como se condicionam mutuamente; que relações
humanaspressupõem ou motivam? São questões que o crítico propõe ao sociólogo, ou responde ele próprio colocando-se no ângulo deste. Procuremos falar como ambos, partindo da hipótese que, sob tal ponto de vista, a produção da obra literária deve ser inicialmente encarada com referência à posição social do escritor e à formação do público.
Aquela depende, em primeiro lugar, da consciência grupal, isto é, a...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • antonio candido
  • Antônio candido
  • Antonio Candido
  • Antonio Candido
  • Antonio Candido
  • Resenha Antonio Candido
  • Biografia Antonio Candido
  • Antonio Cândido Direito à Literatura

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!