antologia

Páginas: 11 (2587 palavras) Publicado: 14 de abril de 2014
Positivismo, Doutrina e Origem
O Positivismo representa uma atitude filosófica que teve sua fase áurea no século passado («Positivismo clássico»), impregnando notoriamente a mentalidade contemporânea. Ainda hoje, através de novos surtos ou «reprises», influencia o pensamento de não poucos intelectuais.

Em nossa resposta, consideraremos brevemente a personalidade do fundador do sistema —Augusto Comte — e suas principais doutrinas, a fim de podermos proferir um juízo ponderado sobre o assunto.

2. As principais teses do Positivismo
Augusto Comte é o iniciador de uma atitude de espírito ainda hoje assaz difundida (o espírito positivo ou positivista) mais do que o chefe de uma escola de Filosofia sistemática. No fim do século passado, Lévy-Bruhl podia dizer que «o espírito positivoestava tão intimamente mesclado ao pensamento da época que ninguém o notava mais, como ninguém nota o ar que respira» (Le centenaire d'Auguste Comte, em «Revue des Deux-Mondes», 15 janv. 1898, 398).
Quais seriam, pois, as grandes características da mentalidade positivista ?

2.1O principio básico do pensamento de Comte é a renúncia a toda Metafísica, ou seja, a todo conhecimento que não possa serimediatamente controlado pelos sentidos.
«A filosofia positiva se distingue principalmente da antiga filosofia teológica ou metafísica por sua constante tendência a remover como necessariamente vã toda procura de causas propriamente ditas, sejam primeiras, sejam finais; ela se limita a estudar as relações imutáveis que constituem as leis... Na verdade, não somos capazes de conhecer senão osfatos perceptíveis pelos nossos sentidos; jamais podemos obter alguma noção sobre a natureza íntima de um ser qualquer nem sobre o modo essencial como se produza algum fenômeno.
Por conseguinte, o positivismo só admite como objeto de ciência os fenômenos e suas leis. As causas e as substâncias (ou entidades) situadas por detrás dos fenômenos parecem-lhe pertencer a região inacessível ao conhecimento.Existem causas que motivem determinado fenômeno ? O positivista não se ocupa com isto; não afirma nem nega coisa alguma a respeito.
Neste quadro de idéias, portanto, positivo vem a ser sinônimo de real e útil, certo e preciso, em oposição às especulações da filosofia anterior, que admitia a existência do transcendente ou de uma realidade invisível.
Tal atitude de espírito é, segundo Comte, oproduto de lenta evolução por que passou o gênero humano, lenta evolução expressa pela «lei dos três estados». Com efeito, ensinava o filósofo, a humanidade atravessou primeiramente o estado teológico ou fictício, em que o homem tendia a explicar o mundo pelo recurso a seres sobrenaturais, principalmente a Deus, negligenciando a invariabilidade das leis naturais. Sucedeu-se nos séculos XVII/XVIII d.C. o estado metafísico ou abstrato, em que não tanto Deus, mas alguns termos abstratos, como princípio vital, alma, éter, entravam na especulação filosófica. Emancipando-se destes produtos da imaginação, a humanidade teria iniciado em 1842 o estado positivo ou científico, sob a égide de Augusto Comte, que só levava em conta a observação empírica.
Na base destes princípios, o pensador francêsestabelecia a hierarquia das ciências, dispostas a partir das mais simples e gerais até as mais complexas e precisas; 1) Matemática, 2) Astronomia, 3) Física, 4) Química, 5) Biologia, 6) Sociologia ou Física social. A Moral seria ou um ramo da Sociologia ou talvez a sétima ciência. O método a ser aplicado a todas as pesquisas científicas seria o da Matemática, que mede ou determina grandezasdesconhecidas por meio de grandezas conhecidas; o que quer dizer que a verdade no positivismo é sempre considerada como algo que pertence ao plano da quantidade e do número, da figura e do movimento. — A ciência para a qual tendem todas as demais é a Sociologia, pois o Ser Supremo para Comte é a coletividade humana ou a Grande Humanidade: «Tanto do ponto de vista estático, como do ponto de vista...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Antologia
  • Antologia
  • antologia
  • Antologia
  • Antologia
  • Antologia
  • Antologia
  • antologia

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!