Antologia lesbianismo na mitologia grega

Páginas: 17 (4245 palavras) Publicado: 3 de junho de 2013
Sumário

UM ROSTO ILUMINADO 3
DA PRESENTE ANTOLOGIA 5
DA SAFO DE LESBOS 6
DA TRADUÇÃO 10
DOS POEMAS 11
SAFO 12
O Amor 14
Mais do que mais 15
A Lua 16
Conselho 18
Para Anactória 19
Para Mnesídice 20
Afrodite 21
Um jardim 23
Reencontro 24
Hímen 25
Como a Doce Maçã 26
A amada 27
Um dia 30
Áttis 31
Para além do mar 32
A Átis 33
A Lua já se Pôs 36
Ociúme 37
As Rosas de Piéria 38
Adeus 39
REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS 42

UM ROSTO ILUMINADO
Jeanne Marie Gagnebin
[...] “Safo foi, desde o início, sinônimo de uma ligação transparente e misteriosa entre a luz do sol, a beleza, a juventude e o amor. Somente muito mais tarde esse brilho assumiu outra fulguração mais inquietante: aquela das femmes damnées de Baudelaire, simultaneamentecondenadas e veneradas. Lesbos, a ilha a qual Safo manteve uma escola/comunidade para meninas e moças, lugar de aprendizagem erótica e artística do seu papel de mulheres/esposas futuras, Lesbos se tornou a pátria do vício ou do requinte decadente ou ainda do feminismo nascente, dependendo do olhar do/da intérprete. [...]
[...] Desde Platão, que cita Safo como uma entendida, uma sábia em amor, o quepermite sua comparação com ninguém menos que Sócrates, Safo é muito mais que um nome lendário, transmitindo com deleite ou repulsa pela tradição poética, que uma figura historicamente bem documentada, a da primeira mulher escritora lembrada pela literatura ocidental. Um destino, poderíamos observar, profundamente poético e profundamente grego: como se a glória (kléos) do herói ou do poeta seconcentrasse, depois de sua morte, muito mais na lembrança de seu nome que na memória, falha, de sua vida singular:

Sum brevis, at nomen, quod terras impleat omnes, est mihi: mensuram nominis ipsa fero.
Pequena eu sou; mas é meu um nome que corre o mundo inteiro; à altura eu estou desse nome.,

Assim Safo, personagem, poeta, emblema, nos versos de Ovídeo (trazduzidos por Joaquim Brasil).
[...] Enigmae maravilha, eis duas palavras frequentemente usadas para evocá-la, desde a Antiguidade. Só podemos tecer hipóteses a respeito do enigmático e do maravilhoso que os antigos encontram em Safo.
[...] e, aqui, os abundantes colchetes, signos tipográficos da ausência, se transformam, graças à arte do tradutor, em síncopes rítmicas – fosse também o ritmo ofegante de Eros, o pulsar doloroso e sublimeda onipotência do divino no corpo mortal, despedaçado.
[...] Safo a que diz no próprio coração da palavra, quando cria, por exemplo, o belo oximoro “dociamargo” (glykýpikron) para descrevê-la. Inaugura assim, na lírica amoroa, [...] diz ao mesmo tempo o dilaceramento e o maravilhoso, como se Eros se unisse a Pólemos no campo de batalha que contitui o corpo de sua vítima.
[...] Safo retoma asantigas metáforas de Homero, mas as transpõe para um outro lugar, nada heroico como o campo de batalha de Troia; o palco da luta agora é o autor do poema, uma voz lírica que fala em primeira pessoa, que diz e assume, pela primeira vez na literatura, este “eu” incógnito e íntimo. [...] não se trata de análise psicológica. Não podemos projetar em Safo nossas complacentes descrições de sentimentospessoais, este tesouro contraditório e precioso que nos parece, hoje, a chave de ouro da individualidade.
[...] O corpo é o palco privilegiado desse embate, não a interioridade psíquica. [...] Corpo, indizível, despedaçamento, fragmentos: haveria temas mais presentes que estes na arte contemporânea?

Campinas, abril de 2003.

DA PRESENTE ANTOLOGIA

Uma antologia é sempre uma antologia. Sebusca a perfeição, incompleto seu caminho estará. Todas as antologias esquecem, deturpam, isolam. Todas indiferenciam, recuperam, atenuam, esvaziam. Todas academizam; todas emburguesam; todas deseducam - pelas ideologias nelas implícitas, seja nos juízos de valor previamente estabelecidos, seja no estímulo à preguiça ou comodidade por elas facilitada.
Com esta, não é diferente. Aqui estão...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Mitologia grega
  • Mitologia grega
  • Mitologia grega
  • Mitologia grega
  • Mitologia Grega
  • Mitologia Grega
  • Mitologia grega
  • Mitologia grega

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!