Antiguidaded oriental (história da educação)

Páginas: 7 (1518 palavras) Publicado: 1 de outubro de 2012
Antiguidade Oriental
Apesar de nossa formação ser predominantemente ocidental, greco-romana, não deixa de ser importante conhecer os primórdios do que entendemos por “civilização”. Mesmo porque os gregos conheceram e admiraram aquelas culturas e sem dúvidas sofreram influência dos povos da região do Crescente Fértil.
O processo de humanização passou por diversos períodos, até que por volta de 8a 10 ante de Cristo, ocorreu à chamada Revolução Neolítica que aperfeiçoou as técnicas agrícolas e de pastoreio, fazendo os homens abandonarem a vida nômade.
Há cerca de cinco mil anos teve início a ocupação do Oriente Médio, região conhecida com Crescente Fértil, onde se desenvolveram as chamadas sociedades hidráulicas, uma vez que esses povos habitaram as margens do principais rios da região.Apesar das diferenças entre as civilizações, todas impuseram governos despóticos de caráter teocrático, em que o poder absoluto do rei se sustentava na crença em sua origem divina.
A invenção da escrita.
Na atualidade usamos para escrever o sistema fonético alfabético, que registra sons, e cada som representa uma letra.
Chamamos de pictgráfica a escrita que representa figuras, enquanto aideográfica representa objetos e ideias. Escritas como os hieróglifos egípcios, os caracteres cuneiformes da Mesopotâmia e os ideogramas chineses são ideográficas. A escrita fonética decompõem as palavras em unidades sonoras, que podem ser silábicas ou alfabéticas.


História da Educação - Período Oriental

Resumo:
• O surgimento da escrita;
• Transição da sociedade primitiva para acivilização;
• Surgimento da cidade e do estado;
• Mantinha a cultura dominante através da educação.

EGITO

As escolas funcionavam como templos e em algumas casas foram frequentadas por pouco mais de vinte alunos. A aprendizagem se fazia por transcrições de hinos, livros sagrados, acompanhada de exortações morais e de coerções físicas. Ao lado da escrita, ensinava-se também aritmética, com sistemasde cálculo, complicados problemas de geometria associados à agrimensura, conhecimentos de botânica, zoologia, mineralogia e geografia.
O primeiro instrumento do sacerdote-intelectual é a escrita, que no Egito era hieroglífica (relacionada com o caráter pictográfico das origens e depois estilizada em ideogramas ligados por homofonia e por polifonia, em seguida por contrações e junções, até atingirum cursivo chamado hierático e de uso cotidiano, mais simples, e finalmente o demótico, que era uma forma ainda mais abreviada e se escrevia sobre folha de papiro com um cálamo1 embebido em carbono).

Ao lado da educação escolar, havia a familiar (atribuída primeira à mãe, depois ao pai) e a “dos ofícios”, que se fazia nas oficinas artesanais e que atingia a maior parte da população. Esteaprendizado não tinha nenhuma necessidade de “processo institucionalizado de instrução” e “são os pais ou os parentes artesãos que ensinavam a arte aos filhos”, através do observar para depois reproduzir o processo observado. Os populares eram também excluídos da ginástica e da música, reservadas apenas a casta guerreira e colocadas como adestramento para guerra.

1. Fragmento de cana com asextremidades cortadas em bico que os antigos usavam para escrever no papiro e no pergaminho, antes da vulgarização da pena das aves


BABILÔNIA

A cultura da poderosa classe sacerdotal destaca-se, bem como a extrema dificuldade que a escrita cuneiforme oferece aos escribas, incumbidos de ler e copiar textos religiosos.

Na civilização babilônica, tiveram um papel essencial o templo e as técnicas.O templo era o verdadeiro centro social dessa civilização, o lugar onde se condensa a tradição e onde organizam as competências técnicas, sobretudo as mais altas e complexas, como escrever, contar, medir, que dão vida à literatura, à matemática, à geometria, às quais se acrescenta a astronomia que estuda o céu para fins, sobretudo práticos (elaborar um calendário).

Os sacerdotes (verdadeira...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • História da Educação
  • educação Oriental
  • educação oriental
  • educacão oriental
  • Antiguidade oriental à educação tradicionalista
  • Antiguidade oriental: a educação tradicionalista
  • História Antiga Oriental
  • HISTORIA ANTIGA ORIENTAL

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!