Antiguidade Tardia

Páginas: 6 (1252 palavras) Publicado: 20 de julho de 2015










































































SUMÁRIO
1. SÍNTESE DOS TEXTOS PROPOSTOS 3
1.1 Tempo E História – Raquel Glezer 3
1.2 Apresentação Ao Dossiê “ A Antiguidade Tardia: O Alvorecer De Um Conceito Historiográfico” – Renan Frighetto 3
1.3 Passagens Da Antiguidade Romana Ao Ocidente Medieval: Leituras Historiográficas De Um Período Limítrofe – José D’assunçãoBarros 4
2. SOBRE A PASSAGEM DA ANTIGUIDADE PARA A IDADE MÉDIA 5
REFERÊNCIAS 6

1. Síntese dos textos propostos
1.1 Tempo e História – Raquel Glezer

Para a doutora em História Social, Raquel Glezer, nos tempos atuais há consenso, entre os historiadores, de que o tempo da história é diferente do tempo da ciência. E por tal fato, o conceito de tempo utilizado pelos historiados não é, nem poderia ser,o mesmo utilizado para tantas outras ciências. Os historiadores veem o tempo como um elemento diverso. Em cada civilização e cultura ele pode tornar-se linear ou cíclico, estático ou dinâmico.
A problemática do historiador é ainda maior, pois a cada passo histórico há uma contagem de tempo referencial a ser analisada.
Doutora Raquel, corrobora que, para os historiadores do contemporâneo, osseres humanos passaram do tempo dominado pela natureza ao tempo dominado pelo homem, e depois ao homem dominado pelo tempo. Com a estruturação da História, a preocupação com a ordem cronológica dos fatos foi dominante. Contudo, o passado deixou de ser único e unívoco, passando a considerar os lados e as visões diferentes.
Temporalidades diferentes surgem para nos ajudar a entender problematizaçõesdiferentes. Dependendo dos critérios do autor e dos elementos selecionados para dar significação e conteúdo ao que se pretende estudar a periodização pode ser diferenciada.

1.2 Apresentação ao Dossiê “ A Antiguidade Tardia: o alvorecer de um conceito historiográfico” – Renan Frighetto

O texto escrito por Frighetto é uma apresentação de todo o sumário da ‘Revista Diálogos Mediterrânicos” quesurgiu a partir de um questionamento: Como historiadores do terceiro milênio podem oferecer uma nova subdivisão, didática e lógica, do tempo histórico relativo à História Antiga e a História Medieval que agregue novas perspectivas àquelas divisões ainda existentes? Renan estabelece nesse texto a reafirmação de que todas as divisões que conhecemos tem sua lógica e encontram-se ancoradas em pressupostoscomo o da ruptura, da continuidade ou de ambas ao mesmo tempo, mas aponta a divisão conhecida como ‘Antiguidade Tardia’ uma das possibilidades de compreendermos melhor os fenômenos políticos, ideológicos, econômicos, sociais, culturais e religiosos da época. Apesar de ser, assim como os demais, um nome dado à periodização por historiadores da modernidade, a ‘Antiguidade Tardia’ ganhou umaproporção positiva ao longo do século passado sem que ainda esteja concluso. Para apresentar esse período de uma maneira mais sucinta, Renan o define como ‘um lapso cronológico e estrutural balizado entre os séculos II e VIII como um tempo de mudanças amparadas e pautadas em uma tradição anterior, transformada e readequada para novas realidades administrativas, políticas, sociais, culturais e religiosas.E para corroborar, seus argumentos e ampliar o assunto, Frighetto faz alusão a 4 autores que tem seus artigos propostos na mesma edição da Revista e enfatizam diferentes aspectos da mesma periodização.
1.3 Passagens da Antiguidade Romana ao Ocidente Medieval: leituras historiográficas de um período limítrofe – José D’Assunção Barros
No texto escrito por José D’Assunção Barros, percebe-seclaramente a preocupação com as novas abordagens sobre a transição de um período da história a outro. Sempre que isso acontece, importantes contribuições são trazidas à luz.
Inúmeras discussões sobre a periodização que acontece na transição entre a Antiguidade e Idade Média são propostas no texto de Barros.
O que também chama a atenção é a discussão sobre a Queda do Império Romano e a emergência do...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • ROMA E ANTIGUIDADE TARDIA
  • Cultura e política na antiguidade tardia.
  • Antiguidade tardia e a decadencia do imperio romano
  • Orientação Cristã na antiguidade tardia e na idade média
  • “A ANTIGUIDADE TARDIA” DE PETER BROWN; PROCESSOS E TRANSIÇÕES
  • Um caso politico-cultural na antiguidade tardia: o imperador Juliano e seu conceito de educação
  • Antiguidade
  • Antiguidade

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!