Antiguidada oriental: educação tradicionalista

Páginas: 5 (1012 palavras) Publicado: 6 de abril de 2013
Hoje na roda de discussão de pratica da educação inclusiva, venho trazer para o centro de nossa conversa, a historia da menina Ângela.

Ângela é filha e neta de pequenos sitiantes do interior do Pernambuco, lagoa da fecha nos arredores da pequena cidade de Belém de Maria a cerca de 100 km de recife.
Sua mãe chamada - se Cicera e o pai Jose, casaram-se muito jovens. E em Cicera o tempo vaidesencadeando as essências previstas menina, mulher, esposa e mãe.
E em todos os trabalhos ela esta sempre presente. No ano de 1971, após quatro meses de casados Cicera e Jose repetem muitas historias de amigos e parentes.
Vindo para São Paulo, ambos analfabetos e com poucas bagagens se acomodam em São Miguel Paulista na casa de parentes, temporariamente.
Um primo de Cicera arruma para Jose umemprego e ele passa de trabalhador rural para trabalhar urbano, ele não era um operário qualificado trabalhava em um caminhão fazendo carga e descarga e ele consegue manter-se para alugar um cômodo no bairro do Jardim Helena.
Eis a chegada de sua primeira filha Ângela que nasce em 1974 o nascimento de Ângela causou uma urgência em encontra uma casa maior, já que eles moravam com outrosparentes recém chegado do nordeste.
Eles moraram de aluguel por cerca de sete anos, ate que o proprietário resolver vender casa , mais Jose alega não ter dinheiro para comprá-la .
Então começa a luta de Cicera que toma para si a tarefa de conseguir o dinheiro para comprar a casa.
Ela passa a vender os poucos moveis que tem conservando apenas a cama e o fogão. Aperta o orçamento e come apenas omínimo necessário, e com todos esses seus atos heróicos, consegue a terça metade do valor para a entrada da casa e encarrega o marido de arrumar o restante.
E assim realizar o sonho de casa própria. ‘E ate hoje se emociona ao narrar que aqui em São Paulo quem tem casa própria tem tudo’
Mais a sua luta de Cicera não termina por ai, vai sempre buscando a melhorar as condições de sua família que a cadaano que passa vai aumentando.
Nasce Jose Ângelo, Ângelo Aparecido, Rosangela e Michel e espera a ghegada do sexto filho.
Jose era sempre muito ausente não participava da vida domestica onde achava que sua única obrigação era trazer o sustento para dentro de casa isso, muitas vezes deixava Cicera muito insatisfeita o fato de chegar muito tarde em casa, ela suspeitava que Jose tinha outramulher, começa a surgir os problemas familiares discutiam freqüentemente. Embora ela nunca deixou de reconhecer as qualidades de seu esposo.
Cicera sacrificava - se com a casa e com os filhos e no corpo as cicatrizes das sobrecarga do tempo.
Ângela vai muito mal na escola a mãe acha que ela não tem amor ao estudo, nasceu para ser uma boa dona de casa a função a qual e muito bem empenhada.
Neideassistente pedagógica que acompanha o desenvolvimento da menina na escola acha que ela e muito imatura, Marta atribui a Ângela uma ‘deficiência mental’Maria Jose acha que o motivo da menina ser assim e por conta de sua mãe que e completamente paranóica .
Desde cedo Ângela começou a receber rótulos, temas freqüente entre as professora que separavam os alunos os ‘ melhores’ e os ‘piores’ e Ângelaera sempre titulada no grupo dos piores por ser repetente ficava na classe destinada ao mais frasquinho, ficava na escola por tempo integral , um projeto da diretora que tinha aulas de reforço ministrada pela professora Greice o qual não surtiu nem um efeito o resultado foi catastrófico.
Ângela enfrentou o preconceito e a descriminação por conta de um ensino de ma qualidade.
Apesquisadora Denise percebe que Ângela não ‘e doente através de seus relatos percebe que a menina Ângela mostra a escola como uma questão de autoritarismos através de atividades realizadas, não se envolve com outras crianças e sobre a vida desperta varias curiosidade sobre sexualidade as origem dos bebes quer saber de detalhes e explicações Ângela mostra- se muito dedicada com os cuidados da casa e com...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Antiguidade oriental: a educação tradicionalista
  • ANTIGUIDADE ORIENTAL: A EDUCAÇÃO TRADICIONALISTA
  • Antiguidade oriental: a educaçao tradicionalista
  • ANTIGUIDADE ORIENTAL: a educação tradicionalista
  • Antiguidade oriental à educação tradicionalista
  • antiguidade oriental: a educação tradicionalista
  • Antiguidade oriental a educaçao tradicionalista
  • Antiguidade oriental: a educação tradicionalista

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!