Anti-sépticos e desinfetantes

Páginas: 19 (4670 palavras) Publicado: 8 de junho de 2011
INTRODUÇÃO
Anti-sépticos e desinfetantes são utilizados há muito tempo na assistência à saúde de pacientes em hospitais, ambulatórios, clínicas e consultórios, representando papel importante nas práticas de controle e prevenção de infecções. Compreendem ampla variedade de agentes químicos que proporcionam anti-sepsia, desinfecção e preservação. Anti-sépticos são agentes biocidas normalmenteutilizados para inibir o crescimento de microrganismo em tecidos vivos, pele e/ou mucosas, enquanto desinfetantes são mais utilizados em artigos e superfícies, podendo apresentar ação esporostática, dependendo de algumas condições de uso e tipo de agente. A seleção depende basicamente da eficácia em determinado local de aplicação e do objetivo de uso. Também influem na escolha diferentes graus detoxidade e irritabilidade.

ALGUMAS DEFINIÇÕES IMPORTANTES PARA A UTILIZAÇÃO ADEQUADA DE ANTI-SÉPTICOS E DESINFETANTES.
Descontaminação: eliminação parcial ou total de microrganismos em matérias ou superfícies inanimadas.
Anti-sepsia: eliminação de microrganismo de pele, mucosa ou tecidos vivos, com auxilio de anti-sépticos, substâncias microbicidas ou microbiostáticas.
Assepsia: métodosempregados para impedir contaminação de determinado material ou superfície.
Limpeza: remoção mecânica e/ou química de sujidade (oleosidade, umidade, matéria orgânica, poeira) de determinado local.
Desinfecção: eliminação de microrganismo, exceto esporulados, de materiais ou artigos inanimados, por meio de processo físico ou químico, com auxilio de desinfetantes.
Preservação: prevenção damultiplicação de microrganismo em produtos, incluindo produtos farmacêuticos e alimentos.
Agente bactericida: capaz de matar microrganismo, podendo ser bactericida, fungicida, virucida, esporicida.
Agente bacteriostático: capaz de inibir o crescimento de microrganismos, podendo ser bacteriostático, fungistático, esporistático.

ANTI-SÉPTICOS
Existem vários tipos de anti-sépticos disponíveisno mercado, com diferentes características.
ÁLCOOL
Vários tipos de álcool apresentam ação antimicrobiana. Os mais utilizados são álcool etílico, isopropílico e propílico. Agem rapidamente sobre bactérias vegetativas (inclusive micobactérias), vírus e fungos, mas não são esporicidas. Por isso não são recomendados para esterilização, apenas para desinfecção de superfície e anti-sepsia de pele.Atuam por meio do rompimento de membranas, com rápida desnaturação de proteínas e conseqüentemente lise celular. A eficácia antimicrobiana depende do tipo de álcool, das concentrações empregadas e dos microrganismos presentes num dado sítio. Em baixas concentrações, alcoóis são utilizados como presevantes, potencializando a atividade de outros biocidas. Têm baixa eficácia antimicrobiana emconcentrações inferiores a 50%, mas ótima atividade em concentrações entre 60% e 90%. A ação antimicrobiana aumenta em presença de água; por isso concentrações acima de 90% não são tão eficazes. Recomendação do ministério da saúde (ainda em consulta pública) normaliza o uso do álcool etílico líquido com concentração superior a 68% p/p e inferior a 90% p/p em organizações prestadoras de serviços de assistênciaà saúde humana e veterinária.

CLOREXIDINA
Gliconato de clorexidina é uma biguanida catiônica, desenvolvida na Inglaterra em 1950. Apresentam ação contra esporos micro bactérias, fungos, vírus e protozoários. Tem melhor atividade contra bactérias gram-positivas, menor atividade contra as gram-negativas e fungos e mínima atividade contra o bacilo da tuberculose. Age por rompimento das membranascitoplásmicas, não precipitando os conteúdos celulares. Apresentam excelente ação residual, especialmente com a audição de álcool. Pode ser encontrada em formulação aquosa, alcoólicas ou detergentes. As concentrações para os preparados aquosos e alcoólicos variam entre 0,5 e 0,75%, enquanto as soluções degermantes possuem concentrações entre 2 a 4% formulações contendo 2% de clorexidina são...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Desinfetantes e anti-séptico
  • Anti-septicos
  • Uso excessivo do anti-septico bucal
  • testar diferntes anti-septicos nocontrole de crescimento de microrganismo
  • Desinfetantes
  • Desinfetantes
  • desinfetante
  • Desinfetantes

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!