Anderson, benedict - introdução e raízes culturais in comunidades imaginadas

Páginas: 14 (3437 palavras) Publicado: 12 de julho de 2012


Introdução


"


Talvez, sem que tenhasido muito notada, esteja ocorrendo uma transformação fundamental na história do marxismo e dos movimentos marxistas. Os sinais mais visíveis são as guerras recentes entre o Vietnã, o Camboja e a China. Essas guerras são de importância histórica mundial por serem as primeiras a acontecer en tre regimes com independência e credenciaisrevolucionárias inquestionáveis, e também porque nenhum dos beligerantes fez qualquer tentativa que não fosse extremamente 'superficial para justificar a carnificina nos termos de uma perspectiva teórica que se pudesse reconhecer como marxista. Se ainda era possível interpretar os conflitos de fronteira sino-soviéticos de 1969 e as intervenções militares soviéticas na Alemanha (1953), Hungria (1956),Checoslováquia (1968te Afeganistão (1980) como - dependendo do gosto - "imperiaiismo socialistá', "defesa do socialismo" etc., ninguém, imagino eu, acredita seriamente que esses termos possam ter muito cabimento diante do que ocorreu na Indochina. Se a invasão e a ocupação vietnamita do Camboja, em dezembro de 1978 e janeiro de 1979,representaram a primeira guerra convencio26



..

nal em grandeescala de um regime marxista revolucionário contra outro,' a investida da China no Vietnã, em fevereiro, logo confirmou o precedente. Apenas alguém muito crédulo se atreveria a apostar que, nesses últimos anos do século xx, alguma eclosão significativa de hostilidade entre Estados haverá de encontrar a União Soviética e a República Popular da China - sem falar dos estados socialistas menores - seapoiando ou lutando do mesmo lado. Quem pode ter certeza de que a Iugoslávia e a Albânia não irão se digladiar algum dia? Esses grupos heterogêneos que pedem a retirada dos acampamentos do Exército Vermelho da Europa Oriental deveriam lembrar o quanto a presença esmagadora dessas forças vem, desde 1945, impedindo o conflito armado entre os regimes marxistas da região. Essas observações servem pararessaltar o fato de que, desde a Segunda Guerra Mundial, todas as revoluções vitoriosas se definiram em termos nacionais - a República Popular da China, a República Socialista do Vietnã e assim por diante - e, com isso, se firmaram solidamente num espaço territorial e social herdado
Escolhi essa formulação apenas para ressaltar a escala c o estilo do combate) c não para atribuírculpas. Panlevitar posslveis mal-entendido$, cumpre dizer que a invasão de dezembro de 1978 resultou de confrontos armados entre partidários dos dois movimentos revolucionários, possivelmente desde 1971. Depois de abril de 1977, os ataques nas fronteiras, iniciados pelos cambojanos, mas rapidamente adotados pelos vietnamitas,a~entaram em tamanho e objetivo. culminando na grande incursão do Vietnã em dezembro de1977 .Mas nenhum desses ataques pretendia derrubar regimes inimigos ou ocupar grandes territórios, e o número de saldados envolvidos tampouco se comparava à quantidade de tropas utilizadas em dezembro de 1978. A controvérsia sobre as causas da guerra é apresenta- ' ~da de forma muito ponderada em: Stephen P. Heder, I'The kampuchean-vietnames. conflict", in David. W. P. Elliott (org.), Th, thi,dIndochina cOllftict, pp. 21-67; Antho nyBar nett, "In ter-COItlrnun ist conflicts and Vietnam", BulIeti n ofconcerned Asian scholars.l1:4 (outubro"dezembro 1979), pp. 29; e Laura Summers, "In matters ofwar and socialism Anthony Barnett would shame and honour Kampuchea too much': ibid., pp. 10-8.
1.

"

27


;
, "

.

;~



do passado pré-revolucionário. Inversamente, se a UniãoSoviética divide com o Reino Unido da Grã-Bretanha e Irlanda do Norte a rara distinção de não mencionar nacionalidades em seu nome, isso sugere que ela é não s6 a herdeira dos estados dinásticos pré-nacionais, mas também a precursora de uma ordem . internacionalista no século XXI.' Eric Hobsbawm tem plena razão ao afirmar que "os movimentos e estados marxistas têm mostrado a tendência de se...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Anderson, Benedict, comunidades imaginadas
  • Principios de Benedict Anderson sobre "Comunidades Imaginadas"
  • Fichamento do livro Comunidades Imaginadas, de Benedict Anderson
  • Benedith anderson
  • Benedict Anderson
  • Benedict Anderson
  • Comunidade imaginada
  • Diálogo entre Thompson e Anderson Benedict

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!