Analise do poema gregório de matos

Páginas: 4 (820 palavras) Publicado: 24 de março de 2012
Analise do Poema Gregório de Matos, baiano formado pela universidade de Coimbra, possuía uma boa formação humanística, foram atribuídos a ele poemas líricos religiosos e satíricos. Para algunsestudiosos Gregório teria plagiado os textos de Gongora, Petrarca e Quevedo, pelo fato de dês seus poemas obterem dados semelhantes aos desses mencionados autores.No entanto, é preciso lembrar que o Barrocofaz parte de uma época em que a imitação não tinha um aspecto negativo. O poeta baiano, com as poesias satíricas, registra o cotidiano com mais freqüência e detalhes. Assim, critica tudo e todos comoa incapacidade dos portugueses, a nobreza, o clero, a corrupção e o relaxamento dos costumes; alem de abominar a ambição dos colonos e as transgressões morais que comente. Portanto, Gregório criticanão só os poderosos mais a todos que realizam tal feito, embora, é bem verdade que preferia atacar os governantes, os religiosos e as religiosas ou ainda os comerciantes. Segue abaixo o poema a seranalisado: Nesse mundo é mais rico quem mais rapa: Quem mais limpo se faz tem mais carepa: Com a língua ao nobre o vil decepa: O velhaco maior tem sempre capa. Mostra o patife a nobreza o mapa: Quem temMao de agarrar, ligeiro trepa Quem menos falar pode mais increpa. Quem dinheiro tiver,pode ser papa. A flor baixa se inculca por tulipa Bengala hoje não mão, hoje garlopa: Mais isento de mostra o quemais chupa. Para a Tropa do Trapo vazo a Tripa E mais não digo porque a musa topa. Em apa, epa,ipa,opa,upa. O soneto se inicia com uma critica severa a sociedade e esta continua ao longo de doisquartetos. Neles, a preocupação do eu-lirico esta não indignação, na ganância dos colonos e na necessidade de enriquecimento que eles têm. O eu-lirico expõe a visão da arrogância dessa nova nobreza queacredita que pelo simples fato de terem dinheiro são possuidores de poder e prestigio, podem cometer atrocidades, como podemos notar no verso: “Quem dinheiro tiver pode se Papa” A terceira estrofe é...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Análise do poema "Aos Vícios", de Gregório de Matos
  • Poemas Selecionados, Gregório de Matos
  • Poemas Gregório de Matos
  • Resumo dos poemas de gregório de matos
  • Poemas De Gregorio De Matos
  • Características de poemas de Gregório de Matos
  • Poemas Selecionados Gregorio de Matos
  • Gregório de Matos

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!