An lise do Filme Cidade de Deus

Páginas: 2 (254 palavras) Publicado: 2 de junho de 2015
Análise do Filme Cidade de Deus

Nas cenas iniciais do filme, percebe-se que o diretor soube abordar de uma maneira bem interessante, interações sociais quefazem parte do cotidiano das comunidades brasileiras e principalmente cariocas. E é com esse foco, que o personagem de Alexandre Rodrigues (Buscapé), a partir domomento em que está no meio do “fogo cruzado” entre a juventude armada da periferia e a polícia, começa a refletir sobre o impacto que as interações/relaçõessociais possuem na cultura carioca e de favela onde o mesmo está inserido.
Desta forma, é interessante reparar como essas interações/relações sociais, quepossibilitam a criação de um processo social e cultural, fazem com que esse processo seja facilmente apreendido pelos habitantes de tal maneira, que é partilhadoentre eles, fazendo com que ocorra uma evolução de um dado modo de vida, que irá determinar como fim, as formas de pensar, agir e sentir da população, nesse caso daCidade de Deus.
Num dado momento, Buscapé diz a seguinte frase: “Dadinho, por exemplo, parecia que já tinha nascido bandido”. Desta maneira, percebe-se que aformação social da juventude da Cidade de Deus era praticamente ineficiente, visto que a escola não atentava para as necessidades sociais e culturais dessajuventude, muitas vezes prejudicada pela não articulação de Estado e sociedade civil. Assim, como consequência de uma não formação social fincada na cultura dosdireitos humanos, foi se enraizando de uma forma extremamente negativa, uma socialização informal, refletindo-se, mais tarde, nos comportamentos dessa juventude.
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • An lise do filme A Onda
  • AN LISE DO FILME
  • An Lise Filme Augl
  • An Lise Do Filme Partidas
  • An Lise Do Filme A Ma
  • An Lise Do Filme Medianeras
  • An Lise Do Filme BLACK
  • An Lise Do Filme A Onda

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!