Análise - José, de Carlos Drummond de Andrade; Pobre Velha Música, de Fernando Pessoa e Sonata V, de William Shakespeare

Páginas: 4 (789 palavras) Publicado: 5 de novembro de 2014
José – Carlos Drummond de Andrade

O poema analisado, “José“, de Carlos Drummond de Andrade, revela uma percepção pessimista do cotidiano do individuo, tendo a solidão do homem chamado José como otema central. Ressaltando em cada verso a vida angustiante de um homem sem nada.
O autor nos faz crer que coisas positivas existiam, mas que agora estão ausentes na vida de José. “A festa acabou“; “aluz apagou”; e “o povo sumiu”, mostrando a solidão do personagem.
"José" é um heterônimo do autor. É capaz de amar, de ser irônico, pois , "zomba dos outros", faz versos, mas que ironia: édesconhecido; vive no anonimato; "José" não tem sobrenome, não se sabe de onde veio nem para onde vai. "Você que é sem nome, que zomba dos outros, você que faz versos, que ama, protesta?" Apesar do anonimatoJosé não é um alienado; ele ama, é irônico, escreve e protesta. Ele não é indiferente aos acontecimentos sociais. Seu anonimato e solidão não são opcionais foram-lhe impostos.
No decorrer dopoema, o questionamento de “E agora, José?“ vai se intensificando. Um questionamento agoniante, sobre o destino do ser ou a monotonia da vida do mesmo, o cotidiano da sociedade, na qual as coisasacontecem em alguns momentos e em outro não existe mais.

Pobre Velha Música – Fernando Pessoa

Pobre velha música!
Não sei porque agrado,
Enche-se de lágrimas
Meu olhar parado.

Recordo outroouvirte,
Não sei se te ouvi
Nessa minha infância
Que me lembra em ti.

Com que ânsia tão raiva
Quero aquela outrora!
E eu era feliz? Não sei:
Fui-o outrora agora.

“Pobre velha música“ é umpoema ortonimo de Fernando Pessoa e que trata de sua infância em relação ao presente, ressaltando sempre a infância como um bom período de sua vida.
Pessoa inicia o poema lembrando da música quesupostamente era tocada por sua mãe, no piano, para ele quando criança. Apesar de uma boa lembrança, Pessoa trata o período com tristeza e saudosismo. Já que é um tempo que não voltará mais.
Na segunda...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Analise do poema ''josé'' de carlos drummond de andrade
  • Analise de poemas Carlos Drummond de Andrade
  • Análise do poema "Infância" de Carlos Drummond de Andrade
  • Análise "poema da necessidade" de carlos drummond de andrade
  • Análise "Sentimento do Mundo" de Carlos Drummond de Andrade
  • Análise do conto A Doida de Carlos Drummond de Andrade
  • Análise do poema "Consolo na Praia" de Carlos Drummond de Andrade
  • Análise de Poema. “Amar” de Carlos Drummond de Andrade.

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!