Análise do poema mostrengo

Páginas: 8 (1855 palavras) Publicado: 28 de abril de 2013
1. Algumas informações acerca da obra:

Mensagem é uma das obras mais conhecidas de Fernando Pessoa. O título “Mensagem” foi uma criação de Pessoa a partir da expressão latina “Mens agitat molem” que significa “A mente comanda o corpo” (frase da história de Eneida de Virgílio). Aborda o passado glorioso de Portugal, glorifica o estilo camoniano e o valor simbólico dos heróis do passado e apontaas virtudes portuguesas acreditando que o país deva tornar-se grande como foi no passado através da valorização cultural da nação. A obra contém 44 poemas agrupados em 3 partes que representam as três etapas do Império Português: Nascimento, Realização e Morte. A 1ª parte (Brazão) refere-se à formação da nacionalidade, heróis lendários e históricos; a 2ª parte (Mar Português) relata asdescobertas, as aventuras marítimas, a conquista do império, a ânsia do desconhecido e o esforço heróico da luta com o mar; a 3ª parte (O Encoberto) menciona a morte das energias de Portugal, a afirmação do sebastianismo, o país em estagnação à espera do surgir da Nova Luz (Quinto Império).

2. Declamação do poema “O Mostrengo”

3. Justificação do título do poema

A palavra “Mostrengo” éderivada por sufixação: monstro + engo (sufixo de valor pejorativo). Por isso, mostrengo significa algo feio, desajeitado, inútil, estafermo.

4. Contextualização e síntese do assunto do poema

O poema “O Mostrengo” faz parte da 2ª parte e retrata o medo sentido pelos marinheiros durante uma das suas navegações. O maior medo era passar o Cabo da Tormentas pois nunca ninguém o tinha feito antes edaí se criou um mito: a existência de um ser desconhecido, terrível, horrendo e perigoso que impedia esta passagem dos barcos. Desta forma, o poema notabiliza a coragem e destreza dos marinheiros e do “homem do leme” que enfrenta o “mostrengo” – que tenta travá-los e fazê-los desistir da viagem – e permite que a viagem seja bem-sucedida. Segundo o sujeito poético, a coragem dos portugueses é ordemdo rei D. João II pois este não admitia que aqueles em quem depositava confiança falhassem e, por isso, os comandantes preferiam enfrentar todos os perigos à fúria do seu rei.

5. Análise do poema

O poema inicia-se com uma referência ao “mostrengo” e termina apontando “El-Rei D. João II” pois são exatamente eles os representantes de duas forças que se contrapõem: a força da natureza (opoder e os perigos do mar) representada pelo mostrengo e a determinação e coragem dos portugueses representadas por El-Rei D. João II e pelo homem do leme.
Na primeira estrofe temos uma descrição das ações do mostrengo: movimentos circulares intimidadores à volta da nau e palavras ameaçadoras. Vive em cavernas de tetos negros que ninguém conhece e di-lo com tamanha agressividade que faz tremer ohomem do leme. As formas verbais e expressões como “ergueu-se a voar”, “voou três vezes a chiar”, “ousou”, “tremendo”, “noite de breu”, “tectos negros” possibilitam criar um ambiente de terror fazendo apelo às sensações visuais e auditivas, podemos dizer que se trata de um recurso a uma linguagem visualista. O homem do leme, assustado e intimidado quer pelas palavras do mostrengo quer pelo ambientesinistro que o envolve, responde apenas com uma frase invocando a autoridade de que foi investido. Esta frase será uma espécie de refrão que se repete no último verso das três estrofes e que vai funcionar como uma espécie de voz secreta do destino a incitar o marinheiro a cumprir a sua missão.
Na segunda estrofe a fúria do mostrengo vai crescendo, a emotividade agressiva acentua-se e continua aser traduzida por formas verbais e expressões como “as quilhas que vejo e ouço”, “nas trevas do fim do mundo”, “roçou”, “rodou”, “tremeu”, “onde nunca ninguém me visse”, “mar sem fundo” que, para além de reforçarem o ambiente de terror, contribuem para a localização espácio-temporal utilizando linguagem visualista e impressionista. Mais uma vez se apontam atitudes do mostrengo “rodou três vezes”,...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Análise do poema: poema armado
  • Análise Poema
  • ANÁLISE DO POEMA
  • Analise de Poema
  • Análise de poema
  • Análise de poemas
  • Analise de Poema
  • analise de poema

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!