Análise do poema Destruição

Páginas: 7 (1644 palavras) Publicado: 7 de agosto de 2013
Análise do poema ‘Destruição’ de Carlos Drummond de Andrade
Segue o trabalho de análise e interpretação do poema ‘Destruição’ de Carlos Drummond de Andrade que fiz para a aula de Estudos Literários. Só por curiosidade, tirei nota 9. Nesta versão, corrigi alguns erros que foram apontados… 
Destruição
01 Os amantes se amam cruelmente
     e com se amarem tanto não se veem.
     Um se beija nooutro, refletido.
     Dois amantes que são? Dois inimigos.
05 Amantes são meninos estragados
     pelo mimo de amar: e não percebem
07 quanto se pulverizam no enlaçar-se,
     e como o que era mundo volve a nada.
     Nada, ninguém. Amor, puro fantasma
10 que os passeia de leve, assim a cobra
     se imprime na lembrança de seu trilho.
     E eles quedam mordidos para sempre.
    Deixaram de existir, mas o existido
14 continua a doer eternamente.
(Carlos Drummond de Andrade, Lição de Coisas, 1962)
      Este trabalho procura analisar e interpretar o poema “Destruição” de Carlos Drummond de Andrade. Publicado no livro “Lição de Coisas” em 1962, esse poema claramente traz em si uma reflexão sobre o amor. Essa reflexão toma o amor entre dois amantes como aspecto negativo navida humana, como se nota no título “Destruição”.
      Quanto a sua forma, o poema é um soneto italiano – formado por dois quartetos e dois tercetos – que possui algumas rimas toantes irregulares. Os versos são decassílabos, tendo, em geral, a sexta sílaba tônica acentuada fortemente e, assim, intensificando a percepção das várias antíteses presentes no poema, que aparecem quase sempre separadasde um lado e de outro pela sexta sílaba tônica, como em “Os amantes se amam cruelmente” e “Dois amantes que são? Dois inimigos”.
      Nota-se ainda uma marcante aliteração no uso abusivo de /m/ e /n/ por todo o poema, o que acaba por compensar estruturalmente a ausência das rimas.
      No primeiro verso “Os amantes se amam cruelmente”, há uma oposição entre amar, que normalmente seria umsentimento positivo, e ser cruel, certamente algo negativo. O amor é apresentado como uma ação cruel e, relacionando esse verso ao título do poema, entende-se o amor como algo previamente fadado ao fracasso e, por isso, cruel.
      Essa definição do amor como sentimento cruel encontra força nos versos seguintes “e com se amarem tanto não se veem. / Um se beija no outro, refletido.”. Nesses versos, osujeito poético expõe um elemento trágico do amor: dois amantes, sempre tão próximos, não conseguem ultrapassar completamente a barreira dos corpos e, com isso, não se veem por dentro. Não podendo descobrir plenamente o que procuram conhecer – um ao outro mais profundamente – os amantes encontram, um no outro, apenas o próprio reflexo. Esse reflexo se faz presente nos olhos do outro e, por isso, oeu-lírico diz que ‘um se beija no outro, refletido’: ao beijarem-se, dois amantes veem primeiro a si próprios refletidos um nos olhos do outro e, dessa forma, acabam por beijar a si próprios e não um ao outro. Daí, depreende-se que dois amantes, não conseguindo formar uma unidade, permanecem sempre como dois seres distintos e, sendo diferentes, não podem superar o cruel aspecto de solidão nelespresente, ainda que um amante esteja sempre junto ao outro.
      O verso que conclui a primeira estrofe afirma que dois amantes são dois inimigos justamente porque, ao contemplarem um ao outro em busca de um conhecimento mais profundo um do outro, ambos se deparam com a solidão. O verso “Dois amantes que são? Dois inimigos.” constitui uma antítese entre amantes – amigos – e inimigos, afirmando que‘com se amarem tanto’, por não se verem, dois amantes são ‘dois inimigos’. Essa antítese complementa a antítese que abre o poema – ‘amantes que se amam cruelmente’ –, já que, se ele torna dois amantes inimigos, o amor deve ser entendido como um sentimento cruel.
      Na segunda estrofe, os amantes são comparados a meninos mimados que, na busca da realização de suas próprias vontades em...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Análise do poema: poema armado
  • Análise Poema
  • ANÁLISE DO POEMA
  • Analise de Poema
  • Análise de poema
  • Análise de poemas
  • Analise de Poema
  • analise de poema

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!