Análise do número de categorias da escala de likert aplicada à gestão pela qualidade total através da teoria da resposta ao item

Páginas: 18 (4355 palavras) Publicado: 21 de maio de 2012
XXIII Encontro Nac. de Eng. de Produção - Ouro Preto, MG, Brasil, 21 a 24 de out de 2003

Análise do número de categorias da escala de Likert aplicada à gestão pela qualidade total através da teoria da resposta ao item
João Welliandre Carneiro Alexandre (UFC) jwca@ufc.br Dalton Francisco de Andrade (UFSC) dandrade@inf.ufsc.br Alan Pereira de Vasconcelos (UFC) alan@ufc.br Ana Maria Souza daAraujo (UFC) anamaria@ufc.br Maria Jacqueline Batista1 (UFC) m.jac@bol.com.br
1. Bolsista (PIBIC – CNPq)

Resumo Uma das principais preocupações em pesquisas empíricas, em especial, quantitativas organizacionais, é a definição da escala de medida apropriada para a coleta de informações. Uma escala largamente utilizada nesse tipo de pesquisa é a escala ordinal e, em particular, a escala de Likert.A discussão passa a ser, agora, com relação ao número de categorias a ser definido na escala e, particularmente, da necessidade de inclusão da categoria central. A proposta deste artigo é contribuir para essa discussão através da apresentação dos resultados de uma pesquisa que analisa o número de categorias da escala de Likert, através do modelo de escala gradual, proposto pela Teoria da Respostaao Item (TRI). Os dados analisados neste artigo fazem parte de um estudo que investigou a aplicação das práticas da Gestão pela Qualidade Total (GQT) nas indústrias manufatureiras de portes médio e grande do estado do Ceará, onde foi utilizada a escala de Likert com cinco categorias. Os resultados deste artigo revelam que a TRI é uma ferramenta poderosa para determinar o número apropriado decategorias da escala de Likert e mostra que para investigar a implementação da GQT uma escala de quatro categorias indica ser melhor do que uma escala de cinco categorias. Palavras chave: Escala de Likert, Número de categorias, Teoria da resposta ao item. 1. Introdução Um dos pontos centrais em pesquisas empíricas, em especial, quantitativas organizacionais que investigam a Gestão pela Qualidade Total(GQT), é elaboração do instrumento de medição (questionário) a ser utilizado para a coleta de informações. Questionários objetivos baseados na escala de Likert são bastantes utilizados nesses tipos de pesquisa (SARAPH et. al., 1989), (AHIRE, 1996), (BADRI, 1995), (TAMIMI, 1995), (TERZIOVSKI, 1999) e (ALEXANDRE & FERREIRA, 2001a). Em geral são utilizadas na escala de Likert quatro ou cincocategorias ordinais. Como ilustração podem ser citados, para quatro categorias, 0- nada importante, 1- pouco importante, 2- importante e 3- muito importante, e para cinco categorias, 0- muito baixo, 1- baixo, 2médio, 3- alto e 4- muito alto. Um questionamento importante referente a essa escala é a definição do número apropriado de categorias a ser incluído no questionário. Em particular, o problema surgequando se tem uma escala de Likert simétrica e com um número ímpar de categorias, com a categoria do meio (central) representando uma indecisão. Em uma escala com cinco categorias definida como 0discordo totalmente, 1- discordo, 2- nem concordo e nem discordo, 3- concordo e 4- concordo
ENEGEP 2003 ABEPRO 1

XXIII Encontro Nac. de Eng. de Produção - Ouro Preto, MG, Brasil, 21 a 24 de out de2003

totalmente, a retirada da categoria central pode conduzir o entrevistado a ter uma tendência de marcar na escala uma posição positiva, no caso a categoria três, ou uma posição negativa no caso a categoria um. Uma das grandes preocupações em qualquer pesquisa, em particular, aquelas onde o elemento humano é a unidade a ser pesquisada ou o fornecedor das informações investigadas com base na suapercepção, é o fiel registro dessas informações, isto é, o que se deseja registrar é a opinião do entrevistado que retrate a realidade do fenômeno estudado. A Teoria Clássica de Medida (TCM) fornece meios para se avaliar a qualidade de um instrumento de medição através de, por exemplo, da análise de conteúdo, confiabilidade e análise detalhada do item - consistência interna (Cronback, 1995) e...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Teoria da gestão da qualidade total
  • Teoria de resposta ao item
  • Análise da gestão da qualidade aplicada na área de recursos humanos
  • Teoria da qualidade total
  • GESTÃO DA QUALIDADE TOTAL
  • Gestão da qualidade total
  • gestão da qualidade total
  • Gestão pela qualidade total

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!