Análise do livro: amor de perdição - camilo castelo branco

Páginas: 7 (1587 palavras) Publicado: 10 de junho de 2013
Análise do livro: Amor de Perdição de Camilo Castelo Branco

Universidade Federal Rural de Pernambuco
Unidade Acadêmica de Serra Talhada
Literatura Portuguesa II
Professor Dr. Sávio Roberto

















Amor de Perdição – Camilo Castelo Branco
Análise












Discente: Ítala Rafaela Martins de Lima

Análise do livro: Amor de Perdição de CamiloCastelo Branco



Em Amor de Perdição, Camilo Castelo Branco conta a história de amor de Simão e Teresa. Dois jovens que se amam, mas que não podem ficar juntos, pois seus pais são inimigos.
Simão e Teresa vivem em Viseu, são vizinhos e namoram escondido por três meses até que seus pais os descobrem. Depois de descobertos são afastados, Domingos, pai de Simão, manda seu filho estudar em Coimbra eTadeu de Albuquerque começa a planejar o casamento de Teresa com Baltazar Coutinho, que é seu primo. Porém mesmo longe, eles comunicam-se através de cartas. Teresa conta a Simão, em uma de suas cartas, o que seu pai vai fazer com ela, isso faz com que Simão volte escondido para Viseu e um arreeiro lhe consegue um lugar escondido na cidade. Simão é recebido pelo primo do arreeiro, João da Cruz.Chegando em Viseu, ele decide ir ver sua amada. O arreeiro e João vão com ele, para protegê-lo. Mas quando volta para casa, Simão é ferido e fica sobre os cuidados de Mariana, filha de João. O pai de Teresa descobre que os dois mantêm contato, e logo tenta casá-la com Baltazar, mas ela se nega ao primo, isso faz com que seu pai mande-a para o convento. Logo Teresa é transferida para o convento deMonchique, no Porto. No dia em que ia ser transferida Simão vai à porta do convento, com a esperança de ver sua amada. Baltazar ao vê-lo insulta-o, e sem aceitar as ofensas, Simão o mata. Daí começa o julgamento de Simão. Domingos Botelho, o corregedor da cidade, se nega a ajudar Simão, seu próprio filho. Simão é condenado à forca, Teresa ao saber da notícia no convento, adoece e Mariana, que se vêapaixonada por Simão, fica louca. Domingos é pressionado por um tio para que haja a favor de seu filho. João consegue mudar a pena de Simão para um degredo de dez anos na Índia. Nesse tempo João da Cruz é assassinado e Mariana decide ir para Índia junto com Simão. Teresa morre no convento ao ver Simão partir para Índia no navio dos degredados. No navio ao saber que Teresa morreu, Simão adoece edepois de nove dias agonizando, morre. Quando os marujos jogam o corpo do falecido no mar, Mariana se joga e nada ao encontro do corpo de Simão onde morre abraçada a ele.

Muito embora durante a introdução, autor e narrador confundem-se, fica evidente em sua obra a predominância de uma narrativa na terceira pessoa como se pode observar nos trechos: “O ferrador tinha uma filha, moça de 24 anos,formas bonitas, e um rosto belo e triste”. (p. 47) ou ainda “Baltazar Coutinho estava na sala, simulando vingativa indiferença por sua prima. As irmãs do fidalgo e demais parentes não deixavam respirar Teresa”. (pág. 65), “O assassino teria dado cinquenta passos a todo o galope da espantada mula, quando João da Cruz, debruçado sobre o banco, arrancava o último suspiro com a cara posta no chão, dondeapontara ao peito do almocreve dez anos antes”. (pág. 185). Há de se salientar que do ponto de vista da postura crítica, o narrador discorre durante toda sua obra uma severa crítica às instituições religiosas da época apontando a corrupção descrita no convento. A narrativa em terceira pessoa permite também a onisciência do autor fazendo-se presente em todas as situações, revelando o mais profundodos personagens da trama onde fica claro não semente a onisciência do narrador, mas também seu ponto de vista em relação aos sentimentos ali descritos, narrando-os e também comentando os mesmos deixando-se perceber claramente sua beneficie em relação aos que amam e em contra partida criticando os que de alguma forma tentam impedir o amor.


A obra apresenta em sua estrutura, claramente,...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • livro amor de perdiçao de camilo castelo branco
  • Amor de perdição camilo castelo branco
  • Amor de perdição
  • Amor de Perdição
  • Romantismo em portugal, camilo castelo branco, amor e perdição
  • Livro: Amor de Perdição-Camilo Castelo \brsnco
  • Análise da obra: amor de salvação de camilo castelo branco
  • Teresa e mariana: a dualidade romântica em "amor de perdição" de camilo castelo branco

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!