Análise do conto "Corpo Fechado" de João Guimarães Rosa

Páginas: 8 (1807 palavras) Publicado: 22 de abril de 2014
ANÁLISE DO CONTO: “CORPO FECHADO” DE JOÃO GUIMARÃES ROSA

Este trabalho pretende analisar o conto “Corpo Fechado” de João Guimarães Rosa1, pertencente a sua obra de estreia, de 1946, livro este, recheado de contos e novelas regionalistas.

Contos, em geral, não só se apresentam em um menor número de folhas, quando comparados a um romance, por exemplo, como também, evitam grandesdescrições ou análises secundárias (até pelo caráter breve que apresentam). O ilustre escritor Julio Cortazar2 corrobora com o apresentado, quando afirma que contos são:
“... aglutinantes de uma realidade infinitamente mais vasta que a do seu mero argumento, e por isso influíram em nós com uma força que nos faria suspeitar da modéstia do seu conteúdo aparente, da brevidade do seu texto.”

No texto emtela, apesar da brevidade apresentada, característica básica de um conto, como apontado acima, o conteúdo é amplo, onde estão presentes análises simples de personagens diversos, apresentadas pelo enfoque da personagem principal que, ao final, travará em pessoa, um encontro com uma das personagens por ele analisadas.

Ainda, para Cortazar, um conto não se caracteriza por possuir elementosdecorativos3, tampouco por tratar de temas populares de forma simples e de fácil acesso ao povo4, conforme se transcreve abaixo respectivamente:
“Suprender-me-ia se encontrassem elementos gratuitos, meramente decorativos. O contista sabe que não pode proceder acumulativamente, que não tem o tempo por aliado; seu único recurso é trabalhar em profundidade, verticalmente, seja para cima ou para baixo doespaço literário.”

“Alguém leu um conto baseado num episódio de nossa guerra de independência, escrito com uma deliberada simplicidade para pô-lo, como dizia o autor, “no nível do camponês”. A narrativa foi ouvida cortesmente, mas era fácil perceber que não havia tocado fundo. Em seguida um de nós leu A pata do macaco, o conto justamente famoso de W. W. Jacobs. O interesse, a emoção, o espantoe, finalmente, o entusiasmo foram extraordinários. Recordo que passamos o resto da noite falando de feitiçaria, de bruxas, de vinganças diabólicas. E estou seguro que o conto de Jacobs continua vivo na lembrança desses gaúchos analfabetos...”

Ambas as características também permeiam o conto de Rosa que, além de não se ater a elementos decorativos, mais presentes nos romances, envolve o leitorem uma trama que tem em seu ápice, justamente, uma questão que envolve o extraordinário e que dá título ao conto, ou seja, a questão de que a personagem principal perde sua mulinha querida, em troca de que o “curandeiro” feche seu corpo contra a investida do valentão da região, dando-lhe a chance de matá-lo, salvando a si próprio, e à honra de sua noiva.


O encontro do extraordinário, porvezes, é muito mais atraente ao leitor, que guarda em sua mente, aquilo que lhe causa surpresa e emoção. O conto tem por ambiente o universo rural brasileiro, e o tema principal é o medo que a valentia de alguns exerce sobre os demais, demonstrando que a esperteza têm o poder de driblar essa valentia apontada.

Apesar de não ser extremamente curto, é pontual, pois narra uma situaçãoespecífica, culminada em uma espécie de duelo entre o protagonista e o pior dos valentões, só restando à parte inicial do conto, situar o leitor ao seu universo, explicando como são os valentões e como é esperto e audaz o protagonista do texto. Portanto, o limite físico está demarcado, e mais uma vez, vai de encontro com os dizeres de Cortazar5:
“... o de recortar um fragmento da realidade, fixando-lhedeterminados limites, mas de tal modo que esse recorte atue como uma explosão que abra de par em par uma realidade muito mais ampla, como uma visão dinâmica que transcende espiritualmente o campo abrangido pela câmara”.

Destarte, narra-se apenas o que realmente é necessário ao conto que, de forma intrigante, é, como um todo, o próprio clímax do texto. Cortazar6 comparou muito bem, a relação...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • ANÁLISE DO CONTO: A TERCEIRA MARGEM DO RIO DE JOÃO GUIMARÃES ROSA
  • Análise do conto fatalidade de guimarães rosa
  • Análise: O Espelho- João Guimarães Rosa
  • DISCURSO E ARGUMENTAÇÃO NO CONTO "ESSES LOPES" DE JOÃO GUIMARÃES ROSA
  • Analise João de Mel Neto, Guimarães Rosa.
  • Análise do conto "A terceira Margem do Rio" de Guimarães Rosa
  • João Guimarães Rosa
  • joao guimaraes rosa

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!