Amniorrexe Prematura E Corioamnionite

Páginas: 7 (1501 palavras) Publicado: 23 de abril de 2015
Amniorrexe prematura e corioamnionite
Rotura Prematura de Membranas
A rotura prematura de membranas ovulares (RPM) ou amniorrexe prematura ou rotura da bolsa de águas é o quadro caracterizado pela rotura espontânea das mesmas antes do começo do trabalho de parto. Quando ocorre antes do termo, ou seja, antes de 37 semanas, denomina-se rotura prematura de membranas pré-termo (RPMPT) e no termodenomina-se rotura prematura de membranas no termo (RPMT).
Constitui causa importante de partos pré-termo (cerca de 1/3 dos casos), o que contribui para aumento da mortalidade perinatal. A mortalidade materna também é agravada pelos riscos de infecção.
Diagnóstico
A anamnese informa sobre perda líquida, em grande quantidade (“molha roupas”), súbita e habitualmente indolor.
O líquido fluindo pelavulva pode ser: transparente e de odor característico, seminal ou a hipoclorito de sódio; pode ter cor amarelada ou esverdeada (mecônio); ou ser purulento, se há infecção ovular.
Quando a perda de líquido não é evidente, procede-se a um exame especular estéril com mobilização do polo fetal e manobra de Valsalva para a detecção de saída de líquido pelo orifício cervical.
Pode-se coletar pequenaquantidade de secreção vaginal no fundo de saco e veri­ficar em microscópio após secagem pelo calor. A presença de cristalização em folha de samambaia confirma a rotura de membranas. A mudança de coloração (incolor para marrom) da amostra de líquido amniótico em lâmina, aquecida durante um minuto, também confirma a rotura de membranas.
Outros exames também podem ser utilizados para auxiliar nodiagnóstico, como a medição de pH da secreção vaginal com papel de nitrazina (que se torna azul em contato com o fluido vaginal; falso positivo com sangue, trichomonas e vaginose) e a ultrassonografi­a. A instilação transabdominal guiada por ultrassonogra­fia de 1ml de corante índigo carmim diluído em 9ml de solução salina estéril dentro da cavidade amniótica e observação de tingimento de um forro ou tampãovaginal confi­rma o diagnóstico, embora deva ser reservada para serviços mais especializados.
Deve ser feito diagnóstico diferencial com emissão involuntária de urina ou outras eliminações vaginais como leucorreias, muco etc.
A ultrassonografi­a é método auxiliar importante, não de­finitivo. À redução do volume do líquido amniótico, soma-se avaliação da idade gestacional, parâmetro fundamental natomada de conduta.

Exame físico
• Temperatura axilar e pulso materno;
• Dinâmica uterina;
• Altura uterina;
• Estado fetal (ausculta com Pinard, Sonar etc.);
• Exame especular: A inspeção visual pode ser utilizada para avaliar o colo.
Evitar a realização de toque vaginal, exceto nas gestações a termo, em gestantes com parto iminente ou quando se planeja a indução imediata.
Se houver sangramentovaginal, avaliar possibilidade de placenta prévia e/ou descolamento de placenta.
Propedêutica auxiliar:
• Hemograma completo;
• Urina rotina, gram de urina, urocultura;
• Pesquisa para estreptococo do grupo B em swab anal e vaginal;
• Ultrassonografi­a.
Conduta
Aconselhamento sobre Morbidade/Mortalidade Relacionadas à Idade Gestacional
Toda mulher com diagnóstico de RPM e sua família devem receberaconselhamento sobre a morbidade e mortalidade associadas à idade gestacional e sobre a e­ficácia limitada do tratamento.
A conduta em relação à RPM dependerá da idade gestacional em que a mesma ocorrer.
Entre 22 e 24 semanas: individualização da conduta
Nesta faixa de idade gestacional o prognóstico perinatal é bastante ruim, além dos riscos maternos associados, tais como corioamnionite, sepsis eaté óbito. Diante disso, pode-se oferecer à mulher e sua família a opção de interrupção da gestação. Caso a mulher opte por uma conduta expectante, tal fato deverá ser registrado no prontuário. Deve-se fazer a internação no momento do diagnóstico, com hiper-hidratação por 48–72 horas e reavaliação do ILA. A partir de então, reavaliar periodicamente. O acompanhamento poderá ser realizado em...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Amniorrexe prematura
  • Amniorrexe Prematura
  • Amniorrexe Prematura
  • Amniorrexe prematura
  • Amniorrexe prematura
  • Amniorrexe
  • Amniorrexe
  • amniorrexe

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!