Ambiguidades da vida Moderna

Páginas: 5 (1165 palavras) Publicado: 4 de julho de 2013








"Os problemas mais profundos da vida moderna têm sua fonte na pretensão do indivíduo de afirmar sua autonomia e a especificidade de sua existência diante dos excessos de poder da sociedade, da herança histórica, da cultura e da técnica provenientes do exterior [...]"George Simmel (1858-1918)











A ambiguidade da vida moderna


Georg Simmel (1858-1918) é um pensador do interdisciplinar, um moderno, um crítico da modernidade; muitos de seus escritos transitam pela filosofia, sociologia, história, psicologia, economia e antropologia. Simmel foi um sociólogo atento aos movimentos dotempo no cotidiano principalmente das grandes metrópoles, aos elementos que fundamentam a vida moderna, porém sempre em conexão com a História. História e cotidiano em Simmel se sobrepõem. A modernidade para Simmel produz alienação da mesma forma que viabiliza a liberação do indivíduo, ou melhor, os correlaciona.
Não obstante, Simmel manteve sempre um espírito crítico em relação à modernidade(fato esse que o distanciava de muitos estudiosos contemporâneos seus, ao mesmo tempo o aproximava de outros) e a algumas tendências da vida moderna, dentre essas, o empobrecimento da sensibilidade emotiva, o descaso ao passado e a valores tradicionais considerados conquistas da modernidade como a liberdade, o espaço concedido ao experimento e a pesquisa, os quais permitiram maior possibilidade dosindivíduos poderem desenvolver potencializações, preferências, inquietudes, cultivações pessoais.
Mas ele não era um otimista com relação ao que acontecia no seu tempo. Em vez de otimista, podemos dizer que era um fatalista, não cedia aos apelos da sedução materialista da vida moderna.
Em seu texto, “A metrópole e a vida mental”, Georg Simmel afirma que os problemas mais graves da vida modernanascem na tentativa do indivíduo de preservar sua autonomia e individualidade em face das esmagadoras forças sociais. Segundo o autor, o século XVIII exigiu a especialização do homem e de seu trabalho, e conclamou que se libertasse de suas dependências históricas quanto ao Estado e à religião, à moral e a economia. Dentre todas essas posições, o homem resistiria a ser nivelado e uniformizado pormecanismos sócio-tecnológicos. O autor pergunta então, como a personalidade se acomoda no ajustamento às forças externas.
Para o autor, o homem que vive nas grandes cidades vive num estado de resistência, para manter sua subjetividade, autonomia e individualidade. O contraponto é do homem mais primitivo, que tinha uma luta pela sobrevivência apenas. Outro aspecto levantado é que a metrópole criariaum modo de vida com tantos estímulos e com um ritmo de vida tão acelerado que o metropolitano, como defesa, tende a reagir menos emocionalmente e mais com a inteligência (que o autor chama de atitude de reserva) ou a quase não reagir (atitude blasé).
Esse cenário de frieza e distância, quando comparamos com o modo de vida no campo, vem junto com a presença massificante do dinheiro, como medidade todas as coisas. Tudo perde o encanto, a “cor”, o caráter único, para se tornar um preço. Até mesmo os relacionamentos pessoais são afetados por esta lógica monetária. Um ponto de vista positivo, segundo Simmel, seria a liberdade maior que a vida em metrópole proporciona. Com a maior especialização do trabalho, cada indivíduo gastaria menos tempo tentando manter sua vida e, assim, teria maisliberdade para gastar seu tempo com questões de interesse pessoal.
A auto-estima também parece difícil na grande cidade. E algumas pessoas tentam mantê-la através do reconhecimento e atenção de outras. Para isso, criam um comportamento “extravagante”, tentando ser únicas no universo massificador da metrópole.
Dessa forma entende-se a atitude de determinados indivíduos. Essa atitude, segundo...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Vida moderna
  • Vida Moderna
  • vida moderna
  • vida moderna
  • A vida moderna
  • Vida Moderna
  • A Eletricidade Essencial Na Vida Moderna
  • a importancia de eletricidade para a vida moderna

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!