ambientes e negocios do brasil

Páginas: 6 (1319 palavras) Publicado: 19 de outubro de 2014
SUMÁRIO
1 INTRODUÇÃO 3

2 DESENVOLVIMENTO 4
2.1 As mudanças políticas e econômicas, edições de Leis, decretos e medidas provisória, e suas influências no mundo dos negocio e no universo contábil. 4
2.1.1Medida macroeconômica e microeconômica.4

2.1.1.1 A influência da microeconomia no mundos dos negócios e no universo contábil 4

2.1.1.1.1 Os benefícios socioeconômicos das mudanças na microeconomia 4
2.1.1.1.2 A carga tributária no Brasil xinabilidades administrativas 5


3 EXEMPLOS DE ELEMENTOS DE APOIO AO TEXTO 5

3.1 EXEMPLO DE GRÁFICO 6


4 CONCLUSÃO 7

REFERÊNCIAS 8

1 INTRODUÇÃO
A economia brasileira esta entre as dez maiores do mundo e tem um mercado potencial enorme, a empresa os empresários e as pessoas dinâmicas são pontos fortes para o crescimento do Brasil. Mas também commuitos obstáculos e desafios pela frente a ser superados como por exemplo o alto nível de burocracia, as leis, as dividas publicas, e os juros altíssimos, o ambiente de negócios também e um problema a ser resolvido através das reformas micro econômicas e com todas as melhorias feitas o Brasil tende a crescer tanto quanto países super desenvolvidos a exemplo da china. Essas mudanças devem começar já.2 DESENVOLVIMENTO
2.1 AS MUDANÇAS POLÍTICAS E ECONÔMICAS, EDIÇÕES DE LEIS, DECRETOS E MEDIDAS PROVISÓRIA, E SUAS INFLUÊNCIAS NO MUNDO DOS NEGOCIO E NO UNIVERSO CONTÁBIL.
Nova política econômica. Desde o Plano Real, a política do BC para o controle inflacionário foi a de manter a Selic elevada para atrair dólares e, com isso, apreciar o real, reduzindo o preço dos produtosimportados. Em alguns casos a política econômica e elogiada por ter dado continuidade à de FHC ao manter o tripé responsabilidade fiscal, câmbio flutuante e metas de inflação. Esse elogio foi mais incisivo nos três primeiros anos do governo Lula, de 2003 a 2005. Naquela ocasião, era criticado o baixo nível de crescimento econômico perante os demais países. Ficou célebre a discussão interna ao governo sobreampliação do superávit primário ou pisar no acelerador do crescimento, posição vitoriosa defendida por Dilma. E a partir de março de 2006, foram feitas algumas mudanças na orientação fiscal com a entrada do ministro Mantegas. A equipe do Ministério da Fazenda foi substituída para priorizar o desenvolvimento econômico. O PAC foi a peça chave do segundo mandato, A prática da medida provisóriapermanece renovando os desafios e as interrogações, mesmo, e em especial, após o advento da Emenda Constitucional nº 32, de 11 de setembro de 2001.
As medidas provisórias que haviam sido rejeitadas perderam a sua eficácia, na sua grande maioria, tiveram por objeto matéria tratada em lei em vigor que voltaram a ter eficácia quando da rejeição. Não houve, então, necessidade da edição, pelo CongressoNacional, de ato regulatório das situações jurídicas criadas.

2.1.1 Medida macroeconômica e microeconômica
Foi divulgado a pouco tempo um crescimento do PIB (produto interno bruto). É importante lembrar que desde o último ano de governo do presidente Lula em 2010, quando a economia brasileira cresceu 7,5%, nosso PIB vem tendo taxas de crescimento medíocres. Em 2011, primeiro ano dogoverno Dilma, o PIB brasileiro cresceu 2,7%. A expectativa para 2012 era uma recuperação vigorosa da economia brasileira. No entanto, não é isto que estamos constatando. As mudanças operadas na política macroeconômica estão ocorrendo lentamente e ainda fortemente influenciada pelos velhos dogmas monetaristas. Constatamos esse viés conservador nas concessões que entregam nossa infra-estruturar para o...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • ambiente de negócios no brasil
  • Ambiente de Negócios no Brasil
  • AMBIENTE DOS NEGÓCIOS NO BRASIL
  • ambiente de negocios no brasil
  • ambiente dos negocios no brasil
  • ambiente de negocios no brasil
  • ambiente dos negocios no brasil
  • ambiente dos negocios no brasil

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!