amazonia

Páginas: 5 (1024 palavras) Publicado: 9 de agosto de 2013
Interpretação da Música Cálice

Durante o período Ditatorial os artistas usavam uma linguagem metafórica para escaparem das rigorosas perseguições imposta pela Ditadura militar aos artistas, políticos e intelectuais na época. Chico Buarque que de tanta perseguição adotou o pseudônimo Julinho da Adelaide e Gilberto Gil, na música Cálice se expressam dessa maneira, como podemos observar em todaa conjuntura dessa composição. No decorrer da letra os artistas fazem um apelo ao governo ditatorial que é referido na música como "pai" pedindo a este que afastem deles o "Cálice" de vinho tinto de sangue, que seria toda aquela repreensão, tortura e dor que a censura derramava a todos aqueles que expressavam suas ideologias e seus sentimentos contraditórios aqueles que o regime havia impostosobre eles e outros artistas, ou seja, o silêncio.
Como beber dessa bebida amarga. Engolir a dor, e devorar a labuta. Dizem eles em outro trecho da música se referindo á maneira que, para eles e toda classe pensante, conhecedora dos ideais democráticos, era difícil aturar e viver num sistema político que privava o direito dos artistas de se expressarem. Mais à frente eles dizem que mesmo calada aboca, resta o peito, silêncio na cidade não se escuta; isto é, mesmo forçados a se calarem, e, a não mostrarem a sociedade através de suas músicas tudo aquilo que sentiam e enxergavam, ainda restava todo o ressentimento e rancor pela a atual situação, e, como dizem silêncio na cidade não se escuta, estão tentando dizendo que mesmo censurados, a classe pensante, estava a par da situação política dopaís, tanto os que aqui se encontravam e até mesmo os exilados estavam se manifestando. Mediante a situação do país os autores dizem que seria melhor estarem em uma realidade menos morta, isto é, que não só a classe intelectual, mas sim toda a sociedade esboçasse alguma manifestação mediante toda a força bruta e a mentira imposta pelo governo.
Esse silêncio me atordoa. Atordoado eu permaneço atentona arquibancada pra qualquer momento, ver emergir o monstro da lagoa. Nessas frases Chico Buarque e Gilberto Gil mostram mais uma vez toda a indignação mediante esse "Cálice", mas que, perante esse "silêncio", eles estão atentos a todos os atos políticos e prontos para assistirem e participarem, pois, como dizem mais a frente, De que adianta ter boa vontade, de qualquer eventualidade que possaabalar as estruturas governamentais e por fim ao regime.
De muito gorda a porca já não anda, de muito usada à faca já não corta, como é difícil pai, abrir a porta, essa palavra presa na garganta. Nesta passagem, eles novamente fazem uma ferrenha crítica a Ditadura, dizendo que esse Regime está paralisando o país, e, também exalta o desgaste que os militares estão proporcionando não só a eles, massim em geral a todos os setores da sociedade brasileira, e, por outro lado eles realçam toda a dificuldade em abrir a porta, ou seja, trazer de volta todos os ideais democráticos, a liberdade de expressão, as eleições diretas para a presidência do país, isto é, sair de todo aquele sistema em que eram forçados a viverem. Mesmo calado o peito, resta à cuca dos bêbados do centro da cidade. Podemosnotar nessas frases que embora existisse todo sentimento e ressentimento dentro da classe pensante, o lado racional e critico desses cidadãos, que embora estivessem sempre sendo repreendidos, ainda buscavam meios para mostrarem a realidade. Quero inventar meu próprio pecado, embriagar no meu próprio veneno. Ou seja, se as mudanças que esses artistas exigiam dos militares fossem considerada um veneno,eles queriam viver e se embriagar desse veneno.
Cálice é apenas uma de várias obras que serviram de protesto durante o período militar, e que assim como tantas outras letras e obras, ela foi
Parte superior do formulário

Cálice
Chico Buarque
Pai! Afasta de mim esse cálice
Pai! Afasta de mim esse cálice
Pai! Afasta de mim esse cálice
De vinho tinto de sangue
Pai! Afasta de mim esse...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Amazonia
  • Eu e a Amazônia
  • amazonia
  • Amazonia
  • AMAZONIA
  • amazonia
  • Amazonia
  • amazonia

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!