Alienação Parental

Páginas: 13 (3137 palavras) Publicado: 9 de abril de 2014
ÍNDICE

1 - INTRODUÇÃO 4

2 - O QUE É ALIENAÇÃO PARENTAL E SÍNDROME DE ALIENAÇÃO PARENTAL 5

3 - ALGUMAS CAUSAS E CONSEQUÊNCIAS DESSA PRÁTICA 6

3.1 - Principais causas – genitor alienador 7

3.2 - Conseqüências I - a criança/adolescente 8

3.3 - Conseqüências II - genitor alienado 9

4 - ENTRELAÇAMENTO ENTRE DIREITO E PSICOLOGIA 10

5 -COMBATE E DIAGNÓSTICO 11

6 - CONSIDERAÇÕES FINAIS 12

6.1 - Como pai/mãe 12

6.2 - Lembrem-se 13

6.3 - Para reflexão 13

REFERÊNCIAS 14

1 INTRODUÇÃO


O presente trabalho faz um exame do conceito de Alienação Parental e das consequências psíquicas decorrentes da mesma com o surgimento da Síndrome da Alienação parental.Foram apontadas as principais mudanças no núcleo familiar, algumas causas e consequências desta prática, passando pelos Princípios Constitucionais atingidos pela mesma, até a elaboração da lei 12.318/2010. Destacam-se no trabalho os meios utilizados para Alienação Parental e o comportamento das vítimas da Síndrome da Alienação Parental. Também se salientam as medidas judiciais cabíveis, previstas nalei 12.318/2010.



2 O QUE É ALIENAÇÃO PARENTAL E SÍNDROME DA ALIENAÇÃO PARENTAL?
O fim de um relacionamento pode ser o inicio de um prolongado e até interminável tormento, pois com a ruptura da vida conjugal (divórcio/separação), em boa parte dos casos, acabam surgindo disputas judiciais pela guarda dos filhos, e quando a guarda é definida a um dos genitores e este, por simplesmente nãoaceitar o termino do matrimônio, por se sentir desprezado, enganado e abandonado, inicia um processo de difamação, desmoralização e de destruição referente à figura/imagem do ex-consorte, que acaba afastando este do convívio com o filho em comum, ocasionando à avassaladora e complexa Alienação Parental.

Tal situação se agrava com a implantação de falsas verdades e o desejo de vingança pura esimples, sem nenhuma justificativa, para “atender” tão somente aos caprichos egocêntricos e narcisistas de seus adeptos, podendo dar ensejo ao surgimento de uma síndrome, denominada Síndrome da Alienação Parental (SAP) porque, nesse processo vingativo, o filho, desprovido de uma estrutura psicológica forte o suficiente para lidar com isso, é utilizado como o principal instrumento de agressividadedirecionada ao (a) ex-parceiro (a).

Assim, a Síndrome da Alienação Parental (SAP), também conhecida pela sigla em inglês PAS, é o termo proposto pelo professor de Psiquiatria Infantil Richard Alan Gardner [1] em 1985 para classificar essa situação em que a mãe ou o pai de uma criança/adolescente os estimula em romper os laços afetivos com o outro genitor, criando fortes sentimentos de ansiedade,depressão e de temor em relação ao outro ente paterno o que acaba resultando em um distúrbio emocional que atinge tanto a criança/adolescente quanto o outro genitor.

Nesse contexto, o ensinamento da Dra. Priscila Maria Pereira Corrêa da Fonseca propõe que:
A síndrome da alienação parental não se confunde, portanto, com a mera alienação parental. Aquela geralmente é decorrente desta, ou seja, aalienação parental é o afastamento do filho de um dos genitores, provocado pelo outro, mais comumente o titular da custódia. A síndrome, por seu turno, diz
respeito às sequelas emocionais e comportamentais de que vem a padecer a criança vítima daquele ato alienatário. Assim, enquanto a síndrome refere à conduta do filho que se recusa terminante e obstinadamente a ter contato com um dosprogenitores e que já sofre as mazelas oriundas daquele rompimento, a alienação parental relaciona-se com o processo desencadeado pelo progenitor que intenta arredar o outro genitor da vida do filho (FONSECA, 2010, p.269).

Portanto, a Síndrome da Alienação Parental é um distúrbio mental que está diretamente atrelado à alienação que pais, parentes ou tutores exercem sobre a criança e/ou adolescente...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Alienação Parental
  • alienação parental
  • Alienação parental
  • alienação parental
  • Alienação Parental
  • Alienação parental
  • Alienação Parental
  • Alienação parental

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!