Alguns aspectos ligados à infecção cirúrgica em âmbito hospitalar

Páginas: 5 (1017 palavras) Publicado: 21 de abril de 2012
ALGUNS ASPECTOS LIGADOS À INFECÇÃO CIRÚRGICA EM ÂMBITO HOSPITALAR

Sérgio Martins Pandolfo*




[pic]


O grande desenvolvimento hoje alcançado pela cirurgia só se tornou possível depois do que se convencionou chamar de Era Bacteriológica, iniciada em torno de 1880 com os trabalhos pioneiros de Louis Pasteur e Roberto Kock, que elaboraram a teoria dos germes e com a qualdemonstraram, de maneira indesmentível, a origem microbiana das doenças infecciosas, derrogando, definitivamente, as teorias até então aceitas e acreditadas, do contágio, dos miasmas e da geração espontânea, tornando-se, assim, os fundadores da bacteriologia. Antes desses conhecimentos, atualmente tão comezinhos e inquestionáveis, as intervenções cirúrgicas eram realizadas dentro de um empirismo hojeestarrecedor, pois que, sobre a mesma “pedra” que servia às dissecações anatômicas e às necropsias realizavam-se as intervenções cirúrgicas e os cirurgiões da época, ao praticá-las, utilizavam-se de uma sobrecasaca que cobria as mesmas roupas com que estavam vestidos – mais para defendê-las do sangue e outros fluidos orgânicos durante a operação que para isolá-las – que servia, ademais, paralimpar as mãos e os instrumentos de toda sujidade (sangue, pus, urina, fezes, etc.) e conferiam ao operador que a usava notabilidade tanto maior quanto mais vasta e espessa a camada de matérias orgânicas ressequidas que ela exibisse. Assim, a infecção era constante e a supuração que sucedia a toda intervenção cirúrgica era considerada normal e até mesmo tida como benéfica – “o pus benfazejo” – desdeque não degenerasse em “febre traumática”, erisipela ou gangrena.
Com a descoberta dos microrganismos e de seu papel na produção e transmissão de doenças surgiu a noção de cirurgia antisséptica, que teve em Lister seu introdutor, empregando ácido carbólico (fênico) para curativos, para a desinfecção de instrumentos e para a vaporização do ar ambiente das salas operatórias, conseguindo baixar amortalidade cirúrgica de 45% para 15%.
Na luta pelo aperfeiçoamento, muitas outras substâncias foram experimentadas pelos cientistas para combater ou evitar infecções bem como agentes físicos e químicos introduzidos para tornar livres de germes o instrumental, o ambiente cirúrgico e tudo mais que entrava em contato com a ferida operatória, até alcançar o refinamento hoje conseguido e que se podenomear de cirurgia asséptica.
A descoberta dos quimioterápicos inicialmente e posteriormente dos antibióticos constituiu, sem dúvida, progresso sem par na luta contra os microrganismos, porém, malgrado os avanços alcançados, problemas outros surgiram, como resistência microbiana e infecções cruzadas, de sorte que a batalha contra a infecção, parcialmente ganha, permanece renhida nos ambienteshospitalares, pois os micróbios possuem ou desenvolvem diferentes graus de resistência aos agentes antimicrobianos, segundo a forma em que se apresentam (vegetativa ou esporulada), sua nocividade (patogênicos e saprófitas), sua necessidade de oxigênio (aeróbios e anaeróbios), sua capacidade de produzir toxinas, seu número (população bacteriana), seu grau de virulência, a maior ou menor resistência doorganismo hospedeiro, a existência simultânea de cepas microbiana diferentes (equilíbrio ecológico bacteriano), etc., daí a aceleração e o incremento ainda maior dos métodos de assepsia, antissepsia e esterilização. Estes termos, conquanto possuam significação precisa, são muitas vezes empregados inadequadamente, confundidos entre si e mesmo com outros, tais como desinfecção, degermação,desinfestação, etc. Cumpre, pois, desde logo, bem conceituá-los.
Esterilização é a eliminação total, absoluta, de todos os microorganismos (bactérias, vírus, esporos) de uma superfície ou ambiente. Assepsia é o conjunto de meios usados para impedir o aporte de germes em local ou superfície que os não contenha. Antissepsia é a eliminação dos germes patogênicos, sem que haja, necessariamente, destruição...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Alguns conceitos de infecçao hospitalar
  • aspectos eticos e juridicos de infecçao hospitalar
  • infecção hospitalar
  • Infecção hospitalar
  • Infecção Hospitalar
  • infecção hospitalar
  • INFECÇÃO HOSPITALAR
  • Infecção Hospitalar

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!