Alfabetização de crianças pertencentes a contextos de baixo letramento: alguns pontos para reflexão

Páginas: 22 (5470 palavras) Publicado: 11 de fevereiro de 2013
ALFABETIZAÇÃO DE CRIANÇAS PERTENCENTES A CONTEXTOS DE BAIXO LETRAMENTO: ALGUNS PONTOS PARA REFLEXÃO

Magno Geraldo de Aquino
Mestre em Educação
PPGE/FACED/UFJF


Resumo:
Este trabalho busca compreender como práticas de leitura e de escritas cotidianasinfluenciam no processo de aquisição da linguagem escrita por crianças pertencentes a contextos de baixo letramento. Busca compreender como as relações culturais de significação da linguagem escrita repercutem no momento em que as crianças se envolvem com essa linguagem. Com o desenvolvimento deste trabalho foi possível um processo de reflexão, ainda que parcial, dos modos como o processo deaquisição da escrita por essas crianças é afetado pelos padrões culturais mais amplos de significação da linguagem escrita. Tais padrões culturais observados podem ser compreendidos como: 1) valorização da escrita e habilidades e estratégias para uso da escrita quando essa é requerida, principalmente em relação à expressão da própria subjetividade; 2) uso da escrita como forma de entretenimento; 3)desenvolvimento pessoal e profissional; 4) contatos com a religiosidade; 5) afirmação da própria identidade e 6) habilidade comunicativa.



ALFABETIZAÇÃO DE CRIANÇAS PERTENCENTES A CONTEXTOS DE BAIXO LETRAMENTO: ALGUNS PONTOS PARA REFLEXÃO






Não pode haver dúvida de que uma característica importante das sociedades modernas é a ubiqüidade da escrita. Quase nenhum eventosignificativo, das declarações de guerra aos simples cumprimentos de aniversário, prescinde de documentação escrita apropriada. Os contratos são selados por meio de uma assinatura escrita. As mercadorias nos mercados, os nomes das ruas, das sepulturas – tudo tem inscrições. As atividades complexas são todas registradas, seja em livros de modelos de crochê, seja em manuais de programas de computador oulivros de receitas culinárias. (...) E dizem que o lugar que vamos ocupar no céu ou no inferno depende do que está escrito no Livro da Vida. (Olson, 1997, p. 17)




A linguagem escrita, geralmente, é uma linguagem ainda não dominada pela criança, quando do seu ingresso nas séries iniciais da escolarização formal. Essa afirmação é, principalmente, verdadeira, quando se refere às crianças decontextos com baixos índices de letramento[1], isto é, crianças que vivem onde há baixa circulação de materiais escritos e contatos restritos com interlocutores letrados, o que não significa que seja esta linguagem completamente desconhecida pela criança.
As formas de interação e as orientações para a leitura e a escrita do contexto sociocultural influenciam todas as crianças e aprendizes daescrita, mas não são vivenciadas da mesma forma por todas as crianças em todas as categorias e segmentos de nossa sociedade. A forma como as pessoas, imersas num dado contexto social, lidam com a linguagem escrita, bem como com as funções e os usos atribuídos a essa linguagem, influenciam o caminho da criança no seu processo de aquisição da escrita. Seguindo esse raciocínio, podemos afirmar que éna interação com seu meio social, na sua cotidianidade, que as práticas com a linguagem escrita se realizam, levando as crianças a reconhecerem que, para a vida diária, ela possui usos e funções diversas. Entretanto, esses usos e funções da leitura e escrita aprendidos em sua cotidianidade nem sempre coincidem com aqueles com que a criança vai deparar na escola (Soares, 1988), predominantementefocalizados nas habilidades de codificação e de decodificação de materiais escritos (Terzi, 1995).
Segundo Cook-Gumperz (1991), o ensino escolarizado desenvolveu-se desvinculado dos saberes sociais cotidianos, das formas comunicativas com as quais a criança vivencia. De acordo com a especificidade da escola em formar leitores e escritores, as práticas de leitura, produção de sentidos e...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • O letramento da criança no contexto da alfabetização: um olhar analítico sobre o processo
  • Alfabetização e Letramento para crianças, jovens e adultos
  • O processo de alfabetização e letramento em crianças surdas
  • O PAPEL DO CONTEXTO SOCIAL NO PROCESSO DA ALFABETIZAÇÃO E LETRAMENTO.
  • A alfabetização/letramento de crianças surdas: a importância do professor bilíngue
  • Letramento e Alfabetização
  • Alfabetização e Letramento
  • Alfabetização e Letramento

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!