ALEITAMENTO MATERNO: A DIFÍCIL ARTE DE AMAMENTAR E O PAPEL DO ENFERMEIRO FRENTE A ESSAS DIFICULDADES

Páginas: 9 (2126 palavras) Publicado: 8 de abril de 2014
ALEITAMENTO MATERNO: A DIFÍCIL ARTE DE AMAMENTAR E O PAPEL DO ENFERMEIRO FRENTE A ESSAS DIFICULDADES1
Fabiana Renata Antoniazzi de Souza Pereira2; Dulce A. Siviero Franco3

Fundação Hermínio Ometto - UNIARARAS

INTRODUÇÃO
Nas últimas décadas muito se tem estudado acerca da amamentação natural e de seus benefícios para o recém nascido. Além de servir de proteção contra várias doenças, oaleitamento materno fornece nutrientes necessários ao crescimento e desenvolvimento do bebê. Registra-se, ainda, como essencial para a construção do vínculo mãe filho.
A promoção do aleitamento materno exclusivo é a intervenção isolada em saúde pública com o maior potencial para a diminuição da mortalidade na infância. Durante o período da amamentação, a mulher sofre inúmeras influências do entornosocial, que interferem, muitas vezes, na decisão de continuar oferecendo o leite materno de forma exclusiva ao filho ou introduzir alimentos complementares (MACHADO, BOSI (2008); TOMA, REA (2008).
Apesar dos diversos benefícios apontados pelos autores, o aleitamento materno apresenta um desmame de forma muito precoce.

OBJETIVO
Discorrer sobre as dificuldades frente ao aleitamento maternoidentificando os fatores que influenciam no desmame precoce e o papel do enfermeiro na prestação de assistência qualificada no propósito de desmistificar os anseios, promover, incentivar e fortalecer a aderência das gestantes e mães no processo de amamentação, as auxiliando nas suas dificuldades, tornando assim o ato de amamentar num prazer, assim como melhorar os indicadores de desmame precoce.MÉTODO
O presente estudo trata-se de uma revisão bibliográfica da literatura composta por artigos publicados entre os anos de 2003 a 2013. O material utilizado deu-se por meio eletrônico nas Bases de Dados indexadas MEDLINE, LILACs e SCIELO, cujos descritores foram: Aleitamento materno, amamentação, enfermagem, desmame.
Foi localizado um vasto conteúdo na literatura versando sobre o assunto.Usou-se como critério de inclusão os artigos com datas mais recentes e mais coerentes com o tema proposto, optando, por excluir aqueles artigos com mais de 10 anos de publicação.
A presente pesquisa foi avaliada e aprovada pelo Comitê de ética em Pesquisa da Fundação Hermínio Ometto - UNIARARAS, de acordo com o protocolo 888/2012.

REVISÃO DE LITERATURA
Para Sonego et al (2004) a amamentação éconsiderada uma prática instintiva e uma vocação onde a mulher oferece alimento ao recém-nascido baseado nos aspectos culturais, ou seja, amamentar passa a ser uma obrigação da mãe. Tais aspectos refletem na possibilidade de que as nutrizes suspendam o aleitamento, pois passam a associá-lo apenas a aspectos normativos.
Para Almeida, Fernandes e Araujo (2004) amamentar é uma prática natural eeficaz. È também considerado um ato cujo sucesso depende de fatores históricos, sociais, culturais e psicológicos da puérpera, do compromisso e conhecimento dos profissionais de saúde envolvidos na promoção, incentivo e apoio ao aleitamento materno.
Segundo Beche et al (2009), além de ser considerado o melhor alimento para os bebês, o leite materno também proporciona melhor qualidade de vida para amulher e oferece vantagens no fortalecimento do vínculo mãe-bebê.
Estudos realizados com o objetivo de conhecer a percepção da mulher-mãe lactante sobre a prática da amamentação mostram a complexidade desse ato, uma vez que envolvem inúmeros fatores, principalmente, os psicossociais. Evidencia-se, portanto, a necessidade da capacitação do enfermeiro para atuar na assistência em amamentação numaabordagem que vai além do biológico, compreendendo a nutriz em todas as suas dimensões do ser mulher (ARAÚJO; ALMEIDA, 2007).
Para Sonego et al (2004) o processo do desmame pode ser influenciado por experiências maternas vividas durante a amamentação. No entanto, essa influência deve ser analisada a partir da compreensão do processo adaptativo da mulher à gestação, de sua história pessoal e...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Papel do enfermeiro no aleitamento materno
  • O PAPEL DO ENFERMEIRO NA ORIENTAÇÃO E REFLEXÃO À RESPEITO DO ALEITAMENTO MATERNO
  • O papel do enfermeiro diante da promoção do aleitamento materno exclusivo
  • Assistencia do enfermeiro ao aleitamento materno
  • Aleitamento materno: uma abordagem sobre o papel do enfermeiro no preparo de mães adolescentes
  • ALEITAMENTO MATERNO: REFLEXÃO SOBRE VANTAGENS PARA MÃE
  • O papel do enfermeiro frente a Epilepsia
  • O PAPEL DA ENFERMAGEM NO ESTÍMULO AO ALEITAMENTO MATERNO

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!