Agente etiológico

Páginas: 10 (2405 palavras) Publicado: 15 de maio de 2014
Agente etiológico

E o Trypanossoma cruzi,protozoário flagelado da ordem Kinetoplastida,familia Trypanosamatidae,caracterizado pela presença de um flagelo e uma única mitocôndria.No sangue dos vertebrados,o Trypanossoma cruzi se apresenta sob forma de trypomastigota e nos tecidos,como amastigotas.
Nos invertebrados(insetos vetores) ocorre um ciclo com a transformação dos tripomastigotassanguíneos em epimastigotas,que depois se diferenciam em trypomastigotas metaciclicos,que são as formas infectantes acumuladas nas fezes do inseto.

Reservatório
Alem do homem,mamíferos domésticos e silvestres tem sido naturalmente encontrados infectados pelo Trypanossoma cruzi,tais como gato,cão,porco domestico,rato domestico,macaco de cheiro,sagui,tatu,gambá,cuíca,morcego,dentre outros.Os maisimportantes são aqueles que coabitam ou estão muito próximos do homem,como o cão,o rato,gambá,tatu e ate mesmo porco domestico,encontra associado com as espécies silvestres na Amazonia.
As aves e animais de “sangue frio”(lagartos,sapos...)são refratários a infecção.

Vetores
Mais de 120 especies conhecidas,48 foram identificadas mo Brasil,das quais 30 já capturadas no ambientedomiciliar.Dessas,cinco tem especial importância na transmissão da doença ao homem.Por ordem de importância:
Triatoma infestans
T.brasiliensis
Pans-trongylus megistus
T pseudomaculata
T sórdida
Outros,como
T rubrovania,no Rio Grande do Sul,e
Rhodnius neglectus,em Goias,com a eliminação do
T infestans,vem colonizando a habitação e tendem a assumir,também,algum papel na transmissão domiciliar da doença dechagas.
Outras espécies por razoes diversas devem ser consideradas.Entre essas deve-se fazer referencia ao
T vitticeps,pelas altas taxas de infecção natura(Espirito Santo,Rio Grande do Sul e Minas Gerais),
R nasatus,pela frequência com que e capturado,em áreas localizadas(CE e Rn),e
R prolixus,pelo fato de ser a principal especie em alguns países(Colombia,Venezuela) e por ter sido identificado emfocos naturais(macaubeiras),no estado do Tocantins.Na Amazonia,as espécies mais importantes são
R pictipes
R robustus
P geniculatus
P lignarius e
T maculata
E ainda podemos citar
R prolixus nas Guianas e Suriname,
R prolixus,T dimidiata e R pallescens na America Central e
T barberi,Tdimidiata e Tpsyllosoma no Mexico.


Investigação de pseudo-surto da doença de Chagas aguda emAltamira/Pará, julho de 2010
A doença de Chagas (DC) é uma das consequências da infecção humana produzida pelo protozoário flagelado Trypanosoma cruzi. Observam-se duas fases clínicas: uma aguda, que pode ou não ser identificada, podendo evoluir para uma fase crônica.
A transmissão da DC na Amazônia apresenta peculiaridades que obrigam a adoção de um modelo de vigilância distinto daquele proposto para aárea originalmente de risco da doença no país. Até o momento, não há descrição de vetores que colonizem o domicílio e, por consequência, há poucos registros de transmissão domiciliar da infecção ao homem. Os mecanismos de transmissão conhecidos na região compreendem: transmissão oral; transmissão vetorial extradomiciliar; transmissão vetorial domiciliar ou peridomiciliar sem colonização do vetor.Para o diagnóstico laboratorial na fase aguda da doença são considerados critérios parasitológicos e sorológicos. O parasitológico é definido pela presença de parasitos circulantes demonstráveis no exame direto do sangue periférico, que pode ser feito pelas seguintes técnicas: exame a fresco; creme leucocitário, Strout e microhematócrito; lâmina corada de gota espessa ou esfregaço sanguíneo. Ocritério sorológico é baseado na presença de anticorpos anti-T. cruzi da classe IgM, quando associada a alterações clínicas e epidemiológicas sugestivas. As metodologias utilizadas são a hemaglutinação indireta (HAI), a imunofluorescência indireta (IFI) e o método imunoenzimático (ELISA). Conta-se ainda com o diagnóstico molecular por meio da reação em cadeia da polimerase – PCR (Polymerase...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Agente Etiológico
  • Agente etiológicos
  • Agentes Etiologicos
  • Agente Etiológico
  • Agente etiológico e vetor
  • Alimentos e agentes etiológicos envolvidos em toxinfecções
  • Pincipai Doenças Bacterianas e seus Agentes etiologicos
  • Doenças, agente etiológico e ciclo de vida

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!