Administração

Páginas: 15 (3530 palavras) Publicado: 1 de junho de 2013
[pic]
Faculdade de Ensino Superior da Paraíba









SIDARTA DA SILVA PALITOT







ABUSO SEXUAL CONTRA CRIANÇAS E ADOLESCENTES













JOÃO PESSOA-PB

2013

SIDARTA DA SILVA PALITOT













ABUSO SEXUAL CONTRA CRIANÇAS E ADOLESCENTES













Trabalho apresentado à disciplina de comorequisito parcial para obtenção da aprovação.


Área de concentração: Sociologia


Profª. Drª. Rosangela de Araujo Lima (Rosinha Araújo
)




















JOÃO PESSOA-PB

2013


INTRODUCÃO

A violência sexual contra criança, também designada: abuso sexual, agressão sexual,vitimização sexual, maus-tratos, sevícia sexual, crime sexual e outros tantos termos utilizados, indiscriminadamente, na literatura como sinônimos, reflete, não apenas uma questão de terminologia, mas, principalmente, uma questão epistemológica, segundo a qual, a complexidade e a diversidade das manifestações da violência, associada à falta de clareza de conceituação. São dezenas de milhões depessoas que possuem direitos e deveres e necessitam de condições para se desenvolverem com plenitude todo o seu potencial. Contudo, as crianças são especialmente vulneráveis às violações de direitos.
As crianças e os adolescentes são especialmente afetados pela violência. Mesmo com os esforços do governo brasileiro e da sociedade em geral para enfrentar o problema, as estatísticas ainda apontamum cenário desolador em relação à violência contra crianças e adolescentes. A cada dia, 129 casos de violência psicológica e física, incluindo a sexual, e negligência contra crianças e adolescentes são reportados, em média, ao Disque Denúncia 100. Isso quer dizer que, a cada hora, cinco casos de violência contra meninas e meninos são registrados no País. Esse quadro pode ser ainda mais grave selevarmos em consideração que muitos desses crimes nunca chegam a ser denunciados.
O abuso sexual tem um impacto muito grande na saúde física e mental da criança e do adolescente, deixando marcas em seu desenvolvimento, com danos que podem persistir por toda vida.
Sua detecção precoce possibilita o tratamento e acompanhamento adequados, com a minimização das sequelas. O envolvimentofamiliar deve ser levado em conta. Todas as distorções de relacionamento necessitam ser avaliadas e tratadas, para que se interrompa sua continuidade, que se dar· no abuso intergeracional e na possibilidade de revitimização.




Definição:
Toda ação praticada por um adulto (ou pessoa em estágio de desenvolvimento psicossocial mais adiantado em relação à criança e ao adolescente), quenuma relação de poder, obriga uma criança a práticas sexuais por meio da força física, de influência psicológica (intimidação, aliciamento, indução da vontade, sedução) ou do uso de armas e drogas. Com se faz necessário conhecer as formas de abuso sexual no tópico a seguir.


Formas de abuso sexual
Nesse tópico apresentam-se as formas de abuso sexual e suas respectivas caraterizações.Exibicionismo: É a exposição de partes sexuais, com intenção de chocar a criança e o adolescente;
 Voyerismo: É a maneira de obter prazer através da observação de atos ou órgãos sexuais da vítima;
Abuso sexual verbal: Pode ser definido por conversas abertas sobre atividades sexuais destinadas a despertar o interesse da criança ou do adolescente ou a chocá-los, como telefonemasobscenos.
Assédio sexual: Proposta de contato sexual, em que é empregada a posição de poder do abusador, que usa de chantagem para com a vítima.
Atentado Violento ao Pudor: É constranger alguém a praticar atos libidinosos, sem penetração vaginal. Utilizando violência ou grave ameaça.
Estupro: É o ato sexual em que ocorre penetração vaginal ou anal, com uso da violência ou grave ameaça....
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Administração
  • Administração
  • Administração
  • Administração
  • Administração
  • Administração
  • Administração
  • Administração

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!