Administração

Páginas: 2 (284 palavras) Publicado: 9 de abril de 2014

As experiências mais marcantes do regime parlamentarista encontram-se na Grã-Bretanha; as do regime presidencialista, nos Estados unidos. No Brasil,tivemos pouca experiência com o parlamentarismo, de modo que não deu para avaliar se foi boa ou má. Sempre se optou pelo presidencialismo.

No sistemaparlamentar, o Governo assenta na confiança política do Parlamento. Há três órgãos políticos, ou seja, o Chefe de Estado (rei ou presidente), o Parlamento e oGoverno. Há nítida diferença entre as funções do Chefe de Estado e Chefe de governo. O Chefe de Estado, neste regime, tem uma atuação puramente simbólica oucompetência muito reduzida. A administração da coisa pública se faz através de um Gabinete que, coletivamente, decide sobre os rumos do país.

Nopresidencialismo, as funções de Chefe de Estado e Chefe de Governo se assemelham. Neste caso, a responsabilidade pela condução do país recai sobre os ombros dopresidente. Embora tenha um Parlamento, que lhe dá sustentação, a decisão final está em suas mãos.

Quando gestão do bem público é bem coordenada, tanto faz umsistema quanto o outro, pois o que está em jogo é a competência ética, moral e intelectual de seus líderes. E quando há uma crise política? Nesta situação, oregime parlamentarista é mais viável, pois o Chefe de Estado pode dissolver o Gabinete e convocar novas eleições para substituir o Parlamento. O mesmo acontecese o presidente não estiver agindo a contento. O seu afastamento é feito sem traumas e com um custo baixíssimo para o país em questão.
Source:
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Administração
  • Administração
  • Administração
  • Administração
  • Administração
  • Administração
  • Administração
  • Administração

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!